Desafio de Escrita #3 - Um Momento de Coragem...

Este é um tema interessante, chega de surpresa mas não tenho dúvida alguma.
O que a coragem me diz é que temos que assumir a responsabilidade por quem a gente é, simples assim. Sempre assumi quem sou e isso me deu oportunidades incríveis.

#Desafio30DiasdeEscrita
#UmMomentodeCoragem
_______________________________________________________

Segui meu sonho. Mais de uma vez.
Coragem foi pouco para conseguir dibrar uma vida como técnico em informática e cantar para mais de mil pessoas em um teatro. Mais coragem ainda foi necessária para pedir ajuda para conseguir publicar meu livro, sonho desde a infância finalmente realizado.

Desisti do trabalho "que da dinheiro" e fui direto para o teatro, sem medo, sem cursos, sem vivência senão aquela peça que fiz na segunda série, talvez terceira, mas eu tinha só três falas e aparecia no final.
Coragem? Não acho que essa seja a parte que exigia de mim coragem, essa foi a parte de mim que sempre gritou por liberdade, por expressar minhas vontades depois de anos e anos negando essa veia artística. Não. Coragem mesmo foi enfrentar esse mundo todo para que esse sonho se realizasse.

E tive que dançar, tive que atuar, tive que cantar e tudo isso junto, desafiando limites físicos e emocionais, na hora de dar vida a um personagem, que até era bastante parecido comigo, mas não era eu. Exige uma quantidade enorme de coragem! Deixar-se de lado e dar espaço para que aquela pessoa desconhecida tomasse conta dos controles. Dar vida, voz e movimento, deixar-se levar e seguir sendo você mesmo é uma experiência única.

Me pergunto quando é que nesse desafio eu vou deixar de falar de teatro. Talvez nunca.

Pedir ajuda também exige muita coragem. Sempre fui muito independente, mas publicar meu livro sozinho não seria inteligente. Na hora de gravar o vídeo do Catarse, na hora de pedir para que as pessoas acreditassem no meu livro, nas minhas ideias e especialmente no Amor que eu tinha para mostrar. É loucura!
Eu sei, tem loucura também. Falar de Amor em um livro de poesias, envolvendo o Amor na loucura para que as pessoas consigam finalmente libertar esse Amor de verdade. Quem ia me apoiar? Que desespero.

Minha amiga, prima, luz nesse mundo me deu um pouco da coragem que precisava para continuar, seguir em frente e eu consegui publicar o livro. UFA!
A editora Madrepérola, representada pelo Rafael também me ajudaram muito a continuar tendo a coragem para fazer esse sonho se realizar. Coragem não foi só minha, vocês estavam lá para me apoiar e isso não tem como não lembrar. Obrigado!

Coragem, além de ser dar voz e ação a sua loucura, é estar bem amparado pelos seus amigos e por pessoas queridas. Coragem é não aceitar seu destino e reescrever sua história. Coragem é o que nos mantém vivos nesses dias escuros no Brasil.

Sou muito grato por ser louco de coragem pela vida, mais uma vez, por ter passado por tudo isso em meio à depressão e conseguir escrever esse texto para contar a história. Vivo, bem, feliz, realizado!

Pode parecer difícil, mas coragem é para todos nós e espero que essa coragem tome a mão de todos que me leem e dê forças para continuar.
E se necessário, que a Loucura segure a mão do outro lado, para não deixar vocês fugirem da sua jornada. Vamos?

Coragem rapaz!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...