Respeite seu momento...

Você e só você sabe pelo que está passando.
Muitas vezes, nem mesmo você se da conta da sua realidade, até que algo aconteça ou que alguém passe pela sua vida e te diga uma ou duas palavras que acertam na mosca! E dói.
Nessa hora, podemos aceitar nossa realidade e tomar o caminho oposto para sair daquele ciclo ou sair de um problema, ou podemos ignorar e continuar caminhando. Fazemos muito isso, continuamos a caminhar e a manter o status quo. Por medo, na maioria das vezes.

Não se culpe! Se lendo isso você se identificou, respira fundo, relaxa e deixa essa sensação passar, ir embora! Joga fora! É o primeiro passo para liberdade. 
É uma armadilha que nos dão armada e a gente joga ela no chão e deita em cima. Para desarmar depois é um trabalhão, mas é possível. Só que é mais fácil se a gente não cair nelas em primeiro lugar.
Outra coisa muito comum é quando estamos com um problema e alguém próximo nos oferece a solução una e que pode mudar sua vida porque mudou a dele. O detalhe é esse, mudou a dele, a sua é diferente. Você pode tentar, não é um problema, mas não crie expectativas de que é a solução universal de todos os seus problemas pra sempre, hein? Você e seu momento são os termômetros e te dizem exatamente do que você precisa. Se alguém te trouxe a solução e ela cabe com o seu momento, pronto, aplique e vida que segue, mas não se trata dor de cabeça com martelada, e gente com martelo é o que mais tem por aí.

Respire e acalme-se.
Escute seu corpo, sua mente e seu coração.
Sinta tudo isso e com calma vá ordenando tudo, limpando o que não é seu e o que você não reconhece.
Pense, reflita e vá libertando seus sentimentos e emoções aprisionados, na segurança da sua mente, coloque tudo em pratos limpos e vá pensando positivamente para cada problema encontre um pensamento ou uma palavra que seja mais forte que ele.
Medo = Coragem ou resiliência.
Preguiça = Vontade.
Depressão = Alegria de viver.
Fraqueza = Força e inteligência.
E assim por diante...

Acima de tudo, respeite-se. Sinta e preste atenção no seu momento, no seu corpo e nos seus sentimentos antes de sair buscando soluções milagrosas. Nem tudo é milagroso, nem tudo é real.
O que é real é pedir ajuda para quem te ama. É real saber que precisa de ajuda e reconhecer isso para si mesmo, buscar ajuda aceitando a ajuda que receber, isso é real, isso é acreditar que você vai melhorar. E que você deve melhorar, para a vida voltar a fazer sentido...

Escute, sinta, pense e acredite em você.

Y'shtola Rhul - Final Fantasy XIV - Square Enix

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...