Ignorar...

Não tenho o dom
E não acho de bom tom
Ignorar qualquer pessoa

Ninguém merece ignorância
Não importa quem é, quem seja
Ignorar alguém por divergência
Deveria ser pensado duas vezes
Vinte vezes mais, de cabeça fresca

Não concordo com você
Não posso te ignorar

Não confio em você
Não devo te ignorar

Não gosto de você
Pra quê te ignorar?

Ignorar alguém é tão pequeno
Ignorância é tão inferior
De opinião a posição social
Ignorar é um ato tão brutal,
Tão mesquinho e egótico
Que me da ânsia!

Ignorar e ser ignorado
Dois ignorantes tão preocupados
Com o que o outro sente,
Sabe e pensa, que não veem.
O ignorante não aprende
Não compartilha, não tenta
Segue sem saber que ignorar
Não compensa...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...