Os delatores da vida real...



A internet não perdoa e não esquece.
Nesses casos tentamos não errar porque a internet e seus seguidores fiéis erram muito mais, estão sempre prontos para apontar o dedo, com um print da tela onde você disse algo impensado, como tudo está registrado, perdemos a espontaneidade.

A vida não é feita de acertos, muito menos do medo de errar.
Errar nos ensina muito mais do que acertar de primeira.
Errar nos prepara para surpresas, nos ensina humildade e a reparação.

Hoje temos a obrigação de acertar, seja por pressão de não errar, seja pelo medo de que alguém nos coloque em cheque. Ora ora, estamos medrosos e aflitos porque essa atitude transforma o erro de um delator em acerto. E o erro não está em alertar o outro, mas em alardear o erro em detrimento do outro.
Não caia nessa armadilha.
Viva. Independente de erros e acertos.

Viva!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...