Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

sábado, 25 de junho de 2016

As idades...

Ah, meu caro amigo, como o tempo passa
Ontem eu me desesperava, hoje, tenho serenidade
A sabedoria me alcança na paz de um novo ciclo
Não sem antes me ensinar com sua autoridade

Dias de depressão, tanto minha como da nação
Esperando uma mensagem que trouxesse novidade
Que não vinha, que não acontecia, que desassossego!
Ainda não aconteceu, mas a esperança renasceu

Ainda há partes escuras em nossos tempos
O Tempo, mestre de todos nós, vai ensinando
Que especialmente nas trevas as luzes brilham

Prosperidade não é uma bondade dos merecidos
É uma luta constante dos que não desistem
E que volta com a humildade de ser convidada...

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Verdade ou maldade?

Tem uma grande diferença entre neutralidade e maldade.
A humanidade é tão mimada pela fé criada pelo homem para o homem, que quando conhece a Lei, pensa que o Universo é malvado. Pior, pensa que a Vida é cruel.
Somos reflexo daquilo que acreditamos.
O Universo e a Vida, através do tempo, nos mostram a Verdade, que pode ser interpretada de diversas formas, como que vista através de um kaleidoscópio.
A Verdade é a Lei e a Lei é uma só para todos.
O kaleidoscópio é você.

Giant kaleidoscope de Masakazu Shirane e Saya Miyazaki

domingo, 12 de junho de 2016

Way down to happiness...

Sometimes there is a hole in our soul
but
That's not even close the way I feel

There is something missing about me
It seems I am not there
The ghost of someone
Emptyness seems so unique
The heart beats out of tune
Mind is full of something else

But me, well I am here
Somewhere between the tears
Way down the rabbit hole
But I, well, I am near
Somewhere where the rainbow ends
Close to the time of happiness

When you know you are aware
Of the world you have inside
All the tears are already dry
The dreams come to life
And the heart beating tunes
To the music of your mind

May the world come to an end
Will the love forever lasting
Be the gift of your conquest
Or the light that you shine
Glow across your crazy eyes
The answer is on the inside

But me, well I am here
Somewhere between the tears
Way down the rabbit hole
But I, well, I am near
Somewhere where the rainbow ends
Close to the time of happiness

Colours of Happiness - Camdiluv ♥ Concepción, CHILE

domingo, 5 de junho de 2016

Os delatores da vida real...



A internet não perdoa e não esquece.
Nesses casos tentamos não errar porque a internet e seus seguidores fiéis erram muito mais, estão sempre prontos para apontar o dedo, com um print da tela onde você disse algo impensado, como tudo está registrado, perdemos a espontaneidade.

A vida não é feita de acertos, muito menos do medo de errar.
Errar nos ensina muito mais do que acertar de primeira.
Errar nos prepara para surpresas, nos ensina humildade e a reparação.

Hoje temos a obrigação de acertar, seja por pressão de não errar, seja pelo medo de que alguém nos coloque em cheque. Ora ora, estamos medrosos e aflitos porque essa atitude transforma o erro de um delator em acerto. E o erro não está em alertar o outro, mas em alardear o erro em detrimento do outro.
Não caia nessa armadilha.
Viva. Independente de erros e acertos.

Viva!

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Fim de semana...

Na calmaria da manhã no momento que se abrem os olhos
o despertador ainda tocando, o corpo descoberto congelado
o primeiro movimento te pedindo para ficar mais 10 minutos

É impossível desacreditar em um mundo bom.
Tudo caótico, mas todo dia é assim. Tudo bem.
Tudo bem. Tudo bem. Tudo, bem. Tudo... bem...
Tudo de manhã, tudo é muita coisa de manhã.
Bem. É manhã, um novo dia e você está pronto.

Cada segundo na cama, na tentativa de adiar o inevitável
pode parecer deliciosamente bom, mas o despertador...
Você tem que levantar, para desligar o despertador gritando
Fora da cama, o mundo mudou, nada mais é bom. Tudo é nada.

Voltar pra cama não é mais a mesma coisa.
Pode voltar, ainda está quentinha, aconchegante.
Ela ainda é só sua, toda sua, e com cobertores...
Só que só de ver a frestinha da luz na janela, só isso,
te faz pensar nas tarefas do dia, além do mais,
você já viu a hora, quando desligou o despertador, né?

Você está atrasado!
Corre!
Escova os dentes!
Põe a água do café pra esquentar!
Toma banho! Toma café!
Se veste! Sai!

Rua vazia... Já são 8:30, todo mundo devia...
O sol tá bonito e ninguém tá vendo.
Passa um menino com uma bola de basquete.
Nem repara no sol, também deve estar atrasado.
Bem... já percebi que eu não estou atrasado pra nada.
Sigo o menino e vou ver o jogo.
O dia está lindo e eu não ligo de ter acordado.

fim de semana umikizu

Projeto #Sou todo Ouvidos...

O Umikizu é um blog que conversa com seus leitores e num momento de desespero surgiu este projeto: #SoutodoOuvidos, para que os leitores do blog, amigos e conhecidos possam ter um momento livre e pessoal para falar sobre o que nunca teve ou tem coragem de falar com ninguém.
Anônimo, sem necessidade de identificação, sem necessidade de ter medo, vergonha ou receio.

Seja livre e corajoso libertando-se do que te incomoda.
E se quiser conversar mais, deixe seu contato para que nós possamos marcar um momento só para você.




quarta-feira, 1 de junho de 2016

Ranieri Dib - Ilustrador e Designer

Conheçam Ranieri, um cara tranquilo, inteligente e um ilustrador com excelentes ideias!
Me encontrei com ele no facelivro em 2013, exatamente porque me interessei pela sua arte, papeamos longo tempo e sobre diversos assuntos, assim como eu, Ranieri é curioso e não se contenta com pouco. Em sua biografia, você entende que ele é obstinado e tem diversas aventuras para contar e estudando diversas áreas correlacionadas, assim ampliando suas possibilidades. Além de tudo, um rapaz educado e sempre aberto para um papo tranquilo. Apresento:

Ranieri Dib é um designer gráfico formado em 2014, com passagens pela Oficina Tipográfica São Paulo, pelo setor de comunicação do Arquivo Público do Estado de São Paulo e também foi assistente do cartunista Luiz Gê, além de ter feito freelas para os escritórios de design Dona Juca Design e RG Imagem Photodesign. Participou do jornal da Arquitetura/UNICAMP e escreveu um artigo científico sobre Branding com base em estudos da marca 1DASUL de Capão Redondo,  artigo publicado pelo Mackenzie.
Seus principais interesses são o design, mais precisamente a parte de ilustração para capas de livros, revistas, cartazes e etc. Além da pesquisa e criação de histórias em quadrinhos.

Acompanhe seu trabalho no portfólio aqui: https://www.behance.net/srdib
E entrar em contato pelo e-mail: custer49@hotmail.com

Conheça alguns trabalhos e ilustrações do Ranieri: