Projeto Arbmos - Mencontrei...

Eu queria muito que alguém chegasse pra mim, do nada mesmo, olhasse no fundo dos meus olhos e dissesse - Você é importante, acredite em você, não ligue para o que te digam depois disso, você importa e você é o melhor que você pode ser, faz o melhor que pode fazer, mas tem um longo caminho a percorrer. Só lembre-se: você importa. - Ninguém veio. E eu tive que continuar mesmo assim.
Hoje eu sou esse alguém e entendo o quanto eu importo, ainda que não esteja seguro de tudo que eu faço e não seja ciente de toda a minha capacidade. Eu importo. E eu me importo.
A minha batalha pelo entendimento acontece nas sombras. Ela ainda está acontecendo e continuará acontecendo até que eu deixe este corpo, até que eu esteja preparado para deixar de viver e enfim cessar minha existência como quem sou hoje, aqui neste mundo.
O que eu estou tentando fazer é encontrar a minha luz. E enquanto isso, eu luto e me divirto nas sombras.

Arbmos iertnocneM!



Desde então, quando acordo me chamo pelo nome, para que eu recorde quem sou.
Me coloco dentro de mim e não aceito ser menos, nem demais. Sou apenas o que sou hoje. E isso é o suficiente. E sei o que sei, não mais e nem menos. E faço bem o que me propuser a fazer, sem fazer mais do que preciso, nem fazer o que não gosto.
Desde então, faço uma oração antes de dormir, para agradecer pelo meu dia e para me lembrar que tudo que aconteceu, aconteceu porque eu permiti e não por bençãos do destino e dos deuses sem nenhuma intervenção de minha parte.

Desde então, eu me encontrei e não vou me desfazer das minhas próprias sombras, pois foi com elas que eu encontrei a minha própria luz.

Comentários

  1. Allan, jovens com "consciência de responsabilidade", me fazem acreditar que esse mundo ainda tem jeito.

    "Desde então, faço uma oração antes de dormir, para agradecer pelo meu dia e para me lembrar que tudo que aconteceu, aconteceu porque eu permiti e não por bençãos do destino e dos deuses sem nenhuma intervenção de minha parte."

    Abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...