Contradições...

Na ânsia de manter-me, perdi
As convergências de estar,
Divergências de encontrar,
Deixei ir embora o que decidi

E num desespero imediato, vendi
Todas as formas de amar
Me deixei facilmente enganar
Por uma ideia de fé, me iludi.

Foram as piores dores que senti
As contradições que eu mesmo criei
Demasiadas mazelas me permiti

O corpo, na mente, na alma, arrepiei
Trancado numa jaula de festim
Onde nunca antes me imaginei.

prisão
Prisão - Espaço Araguari Flickr

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...