Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

terça-feira, 7 de julho de 2015

O Corpo e "Café Filosófico"...

Eu peço que assistam esse episódio do Café Filosófico da Rede Cultura que fala sobre o corpo e o poder que o corpo tem. E que leia esse poema que escrevi à nossa poderosa máquina e única casa, que chamamos de corpo, chamamos de nosso, mesmo que seja só uma moradia temporária.



Este é meu Corpo

Aqui estou eu, inteiro num final de domingo. O dia não importa, o tempo muito menos. É menos do que queria de experiência. É mais do que precisava de problemas acumulados em meus ombros ainda jovens, mas já castigados. Não digo com pesar, me desculpe! Digo para te orientar que aqui não há perfeição alguma. Há muito mais problemas que qualquer outra coisa, e nenhum deles me diminui. Só a coluna que me dói de quando em vez.

"Sem Mim" - Grupo Corpo
Meu corpo... Nem sei o que dizer sobre ele. Hoje me identifico tanto, me sinto tão bem. Me sinto verdadeiramente, em casa! Não sou dono dele, é onde habito, onde consigo existir neste mundo e portanto, ele me completa. Sem ele eu não existiria em matéria e não poderia realizar nenhuma tarefa, sejam bençãos ou maldições.

Este corpo se movimenta, respeitando seus limites e ultrapassando-os pouco a pouco. Depende de mim: cultivar sua saúde, exercitar sua capacidade e motivar seu funcionamento, que um dia vai diminuir, definhar e, enfim, parar. Basta que ele tenha sido lar, muito bem cuidado, pois não é tarefa fácil mudar deste lugar, exige coragem e muita frieza. Não quero que seja assim o fim da minha vida. Ela exige mais.

Aqui é onde eu vou ficar, me sinto bem hoje, um trabalho de 26 anos para conseguir me adaptar. Pouco ou muito tempo? Não sei dizer, vai de cada um. Acredito que tenho sorte, acredito que sou um dos poucos. E nesse momento me sinto livre dentro dessa barreira de mim mesmo, e assim consigo ir mais longe, numa casa que pode viajar e me levar em segurança pra qualquer lugar. Neste lar, chamado 'meu corpo', neste espaço material que nunca será de mais ninguém e me acompanhará até que eu deixe de ser vivo... corpo.

2 comentários :

  1. Sabe que ontem me emocionei entrando em contato comigo mesmo, fazendo a seguinte reflexão "feche seus olhos e sinta quão forte, por você bate, o seu coração".

    Foi um encontro magnífico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz com esse encontro Ayron!
      Parabéns!

      Excluir

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!