Soneto à Rainha...

"Uma rainha preciosa me encantou
Meiga e silenciosa, calma me abordou
Disse que eu era nobre como um príncipe
Quem sabe, de tão doce, um dia acredite

Fala mansa e meio tímida
Observa tudo atrás de seu livro
Olhar tão calmo que cativa
É acima de tudo, uma menina

Levo no peito seu carinho
E carrego comigo sua sabedoria
Sem nunca desanimar!

Joia rara e de muita estima
Que além de uma linda rainha
É uma mulher para recordar..."

- Soneto para uma grande amiga, que além de maravilhosa, sempre será uma rainha para mim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...