Magnético...

Foto de Gal Oppido
Tem algo no corpo humano que me prende.
Os meus sentidos se prendem nas linhas, nas curvas, nos sulcos que formam desenhos e relevos na pele, nas roupas, em tudo...
É hipinótico, sensual, erótico. E ainda assim é divino! Um misto de bom e mau, já que não sabemos realmente sobre anjos e demônios, mas acreditamos que são belos e perfeitos, como os corpos podem ser. Veja que não estou falando dos deuses gregos, não. Eu estou falando sobre a beleza natural do corpo que não é construído para ser bonito, mas é bonito por natureza. Como todo corpo o é.

O corpo e seus vincos, declives e afins é sexual, voraz movimentando-se com os músculos relaxando e contraindo, atraindo o olhar como uma serpente paralisa a vítima para o bote.
Ah, isso me deixa louco! Excitado e febril com tamanha ousadia! Rebeldia dos que aceitam o corpo como é, como nasceu. Felizes ou não, mas por serem únicos e cheios de prazer.
O corpo é um dos prazeres mais intensos do planeta, completa-se um com o outro, e cabem mais mesmo que pouco explorado. E explorar é de meu agrado.
Cada corpo, com sua peculiaridade, atravessando na intimidade uma ponte segura para descifrar essa fabulosa obra de arte. Arte que arde o coração de desejo e vontade. Arte que me deixa louco pra mergulhar nos mistérios do seu corpo e desvendar todos os pontos e segredos de seu charme sem igual...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...