Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Tensões...

A mente inquieta como sempre
Os nervos a flor da pele
Refletem energeticamente
Intensas e frenéticas
As tensões do pensamento
Ferrão Inquieto e pontiagudo
Machucando o corpo e confundindo a razão.

Na dor não há certo ou errado
A dor é ser vivo independente
Te cerca, abraça e aperta com força
Impedindo a circulação do sangue
Pressionando a jugular nos dentes
Inflamando contente os músculos.
Falha tudo aos pouquinhos
E quando se percebe é tarde pra cuidar.

Pressão, sangue, delírios e sonhos se confundem
Uma corrente se desfaz em ferrugem de pensamentos
Uma serpente se entrelaça no coração
Ferindo qualquer aproximação sem cautela.

Ah tensões preditas e silenciadas
As que não saem pela boca e derramam pelos olhos
Das quais não queremos ouvir falar!

A corrente elétrica intensificada
A cobra estrangula o sangue
O ar lhe falta e toda vida se esvai
Feita a tragédia dessa trama
Sem remédio nem amenidades
Morre uma outra dama de qualquer enfermidade
Só não se sabe a causa.
Matou-se o trauma
tensionado e frio
Sob o peito do cadáver...

Um comentário :

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!