Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

sábado, 4 de outubro de 2014

Assumir a responsabilidade...

Ser responsável não é ser certinho, é ser certeiro
Em frente a uma situação de escolha Eduardo se imagina num filme, com um anjinho em seu ombro esquerdo e um demoninho no seu ombro direito, discutindo, debatendo, apresentando seus argumentos para convencê-lo sobre a melhor alternativa a ser escolhida. Mas na verdade, o Eduardo e toda humanidade tem mesmo duas ou mais vozes que debatem as possibilidades em sua mente. O inconsciente se disfarça e da os conselhos com destreza e calma, enquanto nossa mente analisa todas as possibilidades, evidência os medos e coloca em cheque outras opiniões. E aí, o Eduardo fica perdido, qual escolha arriscar? "E se eu escolher errado e me der mal no final?"

Temos a racionalidade para nos guiar e fazer o melhor julgamento sobre as situações do cotidiano, usando nossas experiências como moderadores e a mente no papel de juiz. Mas toda a fase de escolha, por mais incerta e amedrontadora, pode ser mais fácil, basta o Eduardo ser firme e convicto! "Assim que fizer minha escolha, esta será minha decisão e tomarei responsabilidade por suas consequências!"

Essa atitude torna sua escolha, independente do resultado final, a escolha certa, já que impede sua mente de te boicotar com culpas caso algo não saia como o planejado. O Eduardo sabe que frente aquela decisão, ficar em cima do muro não ia ajudar em nada, e que para dar um passo adiante ele precisava tomar um caminho, por isso pensou, refletiu e escolheu uma das opções, assumindo que esta era sua escolha, entendendo que podia não dar certo, mas sabendo que fazer essa escolha era a coisa certa a se fazer.

Então Eduardo, obrigado por nos mostrar hoje que a vida não é um filme e que nem sempre podemos só ouvir os conselheiros em nossos ombros, mas que quando tomamos uma decisão a coisa certa a se fazer é continuar em frente e ser consciente que a sua vida é de caminhos incertos mas com passos firmes e decididos!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!