Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

domingo, 13 de abril de 2014

Um corpo que é calor!

Aquecido, sempre quente, esquentado, quase soltando fumaça.
Essa é minha realidade. Por isso o frio me afeta tanto, sou do calor, sou chama, o que aquece e prevalece aquecido, colocando tudo pra ferver, fogo que não se apaga nunca mais.

O frio externo não me abala já que o calor interno me mantem em brasas. Mas o frio que vem de dentro dos corações malvados, rejeitados e maltratados, estes desconcertam-me e querem-me apagar.
Fico tremendo, temendo, morrendo, sem sinal de sobrevivência, mas a lágrima que o frio traz, seca nas cinzas desse "sentimento Fênix" que nunca me deixa. Acaba renascendo de uma só faísca o incêndio que me rodeia todo o dia.

Me abraça, e engolfado pelas labaredas ferrenhas, quente como lava, eu lhe doo todo o meu calor, não sei ser morno e mesmo assim tão quente, não vou te queimar. Basta ter coragem e acreditar.

O clima frio, a frieza da mente, o coração de gelo ou a tempestade de neve mortal podem me abalar, mas o meu coração é a única fonte de calor que eu preciso e da qual me alimento para continuar vivo. E desse vulcão que tenho no peito, vem todo o poder que eu tenho, a energia que necessito e a vontade e impeto para caminhar e encantar o mundo.

Calor, chamas e luz de todos as temperaturas, as mais quentes e mais inocentes, pois que se existe razão para existir é para conviver e caber em todos os lugares e em todos os corações, sendo uma pequena faísca ou uma grande estrela queimando no céu, sou dos que tocam com a branda ternura do parente querido, e quem traz o calor gostoso de quem se abriga do gelo que é viver nos dias de hoje.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!