Poesia: A semente e o sentimento...

Se fosse falar sobre mim diria que sou sentimento, sentimentos mais claros que água de rio, com vida em cada canto e em cada gota.
Meu falar, meu pensar e meu olhar são de carinho.
Meu toque, um misto de calor e alívio.
O silêncio é meu mistério cheio de símbolos e fantasia.

Fecho os olhos e com um sorriso eu te deixo saber pra onde vou.
De uma só vez eu me encanto e tudo à minha volta se perde.
Eu não sei mais nada, pois sinto tudo fluindo e pulsando de repente.
Vibrando consciente de que tudo aquilo é a pureza da natureza.

Você me entende? Não há o que pensar...
Sente essa corrente de beleza e o perfume do mar.
Deixa tomar sua pele, seu corpo, seus olhos e a mente se perde nessa sinfonia de cor e música.
Procura no meio do som uma figura igual à mim e abraça com força até se acalmar.

E eu sabia que você chegaria onde estamos todos plenamente.
Olha, o céu, o mar e a terra não tem limites, e você pode senti-los completos.
Deita na grama, sente o presente que é ser vivo nesse mundo em que os nossos sentidos são cheios de luz.
Pede o que quiser, agora é possível realizar seus sonhos, pois a realidade é como semente plantada no outono e que floresce na primavera.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...