Eu, o Amor...

Me pinte da cor que quiser, caibo em todas as matizes, prefiro os tons de rosas e verde oliva, quando o coração vermelho não explode, mas bate com força pra fazer o rosto corar.
Não deixe que os outros te pintem, coloque você mesmo cor nesse carinho e quando encontrar um par, que as cores combinem por si só.

Sem pressa, tenha de mim o que quiser.
Agora vá e esteja pronto para contar sua história para o mundo.
Eu os acompanho, você e seu companheiro.
Com um solo de piano, siga em frente, segue amando...

Feliz dia de Valentim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...