O poder da ideia está no descanso...

Às vezes, uma ideia deve ser criada e então depois de darmos forma, deixá-la descansar.
Nossa mente muda, nossas experiências mudam, nossas exigências também.
Então, com calma, lapidamos dando devida atenção à joia que é ser uma ideia bruta, para fazer dela uma parte de nós, verdadeira, que consegue viver e se reproduzir fora do nosso corpo e mente. Viva para que em contato com outras pessoas e seres, fomentem debates e apresentem sua sabedoria.

A ideia é criar uma oportunidade de tocar os corações e a mente de outros seres, para que eles tenham a chance de perceber uma nova maneira de agir, uma forma diferente de fazer uma tarefa.
Não melhor, mas diferente. Conhecimento é poder escolher, e ter um leque de opções para todas as horas.

Por isso a ideia deve ser original, deve ser fiel ao que queremos, mas principalmente fiel ao que você precisa e quer passar adiante.
Todas as nossas ações e decisões deveriam ser pacientes para maturar a ideia, entendê-la e só depois da sua devida lapidação, levando em consideração nosso melhor estágio, levada à realização.

Não é que depois de realizada ela não possa ser lapidada ou melhorada; alias eu sugiro que sempre façamos isso quando necessário; mas quando ela sai pronta e com o devido cuidado ao seu lançamento no mundo, se faz uma onda enorme de boas novas e energias potentes circulam por mais tempo, aumentando seu efeito de novidade e influências positivas.

Crie...
Prepare...
Descanse...
Finalize...
Lance!

Encante-se com a magnitude de sua obra, quando ela brilhar até a Lua, devida sua paciência e respeito ao seu período de crescimento e amadurecimento.
Você tem todo o tempo do mundo.

Que venha 2014!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...