Artista da vaidade...

Seda, luz, cores e algum brilho aqui e ali,
segue a receita que pinta na cabeça,
pintando a cabeça de quem se sujeita
àquele contraste de bom gosto e técnicas finas.

Pensa num flash e se lembra da sina que passa
perdido em meio ao sonho que espera calmo
paralisa um minuto, olhar no espaço, qualquer que seja
a vida levou dele muito do que almeja.

Não está preso, nem sempre se sente solto,
naquele local onde encontra tanta inspiração
se solta de novo e acredita na beleza do amanhã.
Ele quer ir embora, pra quem?, não tem certeza.

Volta no quadro daquela menina que hoje está nervosa,
realiza em poucas horas uma grande proeza,
casamento, festa de formatura ou só pela cerveja
ela olha no espelho e agradece com olhos brilhantes.

Ele é o artista da vaidade, não se perturba com a rudeza
de quem senta na cadeira e faz o voto de silêncio.
Faz seu trabalho contente, na mente uma música alegre
Nas mãos a certeza de felicidade.

Um menino preciso nos traços.
Seu prazer não está nas pessoas que cuida,
mas em cuidar e ser cuidado de jeito e forma
que só um verdadeiro artista consegue reconhecer...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...