Ouvinte...

Uma história bem contada, ou uma mentira deslavada, talvez simplesmente uma daquelas história, um pouco, aumentadas. Não importa tanto assim.
Uma aula bem explicada, pode ser até de química ou física, mas de uma pessoa apaixonada.
A conversa da mesa animada do bar, ou até mesmo daquele palestrante bêbado.

Sabe, uma das minhas paixões é aprender.
E meu caro, devo confessar, que o que realmente me atrai,
é quando alguém começa a falar.
Ouço tudo atentamente, parecendo um curioso sem jeito,
mas estou ali mesmo é me divertindo, aprendendo, sempre à observar.

Aqueles momentos, mesmo que pequenos e curtos, me fazem viajar,
e naquele outro lugar, eu me encontro e me deixo aproveitando
colhendo os frutos de um entusiasmo sem fim.
Fico no deleite de ser um expectador fiel e cuidadoso.

Quando uma pessoa precisa ser ouvida, sei de longe.
Alguns são tímidos, outros são descarados, e ainda há os que não tem freios!
Sinto às vezes, por não terem intimidade comigo e segurarem coisas ainda pra si.
Deixa sair, fala, desabafe e principalmente descarregue o coração.
Chorar ajuda, viu?

O real valor de um ouvinte, é que ele não precisa de nada.
Está ali, de coração aberto e mente preparada.
Aquele ombro amigo, nunca mais será o mesmo quando encontrar um ouvidor!
Uma pessoa que não quer nada além de te ajudar.

Já se deixou ouvir hoje?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...