Abelha, falta satisfação ou vontade?

A satisfação da sua vontade.
A vontade de satisfazer.
A vontade de se satisfazer.
Quem se satisfaz de vontade.
Ou a vontade de ser satisfeito.
Uma satisfação de vontade.

Quanta coisa podemos fazer se tivermos vontade?
A vontade meu caro! Vai lá e satisfaça-se!
E quando estiver pronto, desfaça-se.
Sabe que sua vida é curta se tem que usar de violência ou pressão.

Não corre não... eres tão doce!
Deixe de amargura e guarde esse ferrão.
E siga direto pra'quela flor amarela ali.
Colhe o que te faz feliz e prepare logo o meu mel-de-lys!

Que falta de vontade é essa?
Atrapalhando toda a satisfação da sua lida,
e prejudicando minha salada de ser vida.
Sai do copo de refrigerante, que ainda te mata.
Não sabia que nesse negócio tem praga?


Abelhinha, se fosse minha essa vontade de fazer mel,
te diria que falta pouco ainda pra completar a colmeia,
dessa nobre satisfação de ser útil e preparada.

Quando sair de manhã atrás da flor amada,
me prepara um pouco do néctar mais fino,
esse eu vou levar pro meu menino.
Ele espera sua vontade sagaz de ser eficiente,
e sua nobre felicidade em servir-nos de seus beijos,
de sua sagrada empreitada pela calda da minha torrada.

Comentários

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...