Triplo...

Do meu lado de fora, de dentro, e do lado que não se vê, existem todos ao mesmo tempo, mesmo sem você saber, uma mágica combinação de elementares e práticos lugares de onde não se vão nem se vem, qualquer que seja a intenção, ainda sim não é suficiente para prender a atenção dessa epifania.

É som, imagem e sinal.
É instrumento, manuseio e energia.
Combinação fatal de coração, emoção e mente.
Entre meios de tanta alegria, drama e tragédia.
Nem se pode contar o choro, a emoção, a risada.
E quem sabe nessa hora talvez um começo, bem no meio do fim da estrada?

Triplique a sensação de que tudo tem... bem... pois é!
Tudo tem relação, protegendo a emoção e exaltando as reações!
Quando de repente! BAM!!! A gente bate de frente com aquele dilema:
- Pr'onde vou? Quem sou eu? Que eu faço?

Não se pode dizer, nem saber, ou definir.
És, está, será!
Será?
Pois se existe uma resposta, uma saída, uma pista que seja, é lá!
LÁÁÁÁ LOOONGE! Três quilômetros de distância...
Depois segue reto toda a vida, seu moço!

E não reclama...
Tem que ir à pé, sim, pé ante pé!
Porque fortalece, enobrece, enrijece os músculos!
Vai fica charmoso e bonito. E se se cuidar direitinho, até cheiroso. Acredita?

Bem, então vai, corre seu caminho, devagar pra não cansar, e depressa pra não ficar pra trás.
Se encaixa no equilíbrio e encontra a harmonia do passo a passo da vida.
E vive... e segue...
Anda!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...