Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

domingo, 30 de junho de 2013

Viajar, e viajar pelo mundo...

Não to bem pra escrever...
Mas eu quero escrever...
Sobre o que escrever, quando você não está bem?
A criatividade só pensa negatividade...
O sentimento ta doentinho, só quer um pouco de carinho...
O coração bombeia o sangue devagarinho...
E os olhos se enchem d'água, como barquinho furado.

E se o mundo pudesse ser mais azul do que isso?
Lembraria de um tempo que na vida havia um arco-íris.
Deixaria passar com um rolo compressor nesse friozinho na barriga.
E quem sabe, até iria pra Itália, ver se descolava um bom vinho...

Depois de voltar, cheio de tralhas,
Deitaria na cama com saudades, saudade da cama!
Entregaria os presentinhos como se fossem jóias.
E mesmo que ninguém gostasse, que fossem buscar seus próprios bibelôs.

Que tal depois dessa viajar mais um pouco?
Na cama, nos próprios sonhos!
Onde o sorriso é sincero e o pesadelo bisonho.
Mas tudo de verdade, e ai de quem duvidar,
porque nunca vai saber mais que você, nem melhor!
Como é bom se lançar pelo mundo,
aquele que nunca tem fim!

Cadeiras presas na presa do leão, e que tal um palhaço alemão?
Faria de conta que a conta dos contos era o fim do começo.
No céu uma baleia, no mar um reencontro.
E na beira da estrada, onde corria de bicicleta,
encontrar um amigo, no amor de um poeta...

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Vamos tomar um bom Café...


O Café.
Essa fruta vermelha, tão rica em nutrientes e que depois de seca, torrada e moída, nos oferece o fabuloso cafezinho, para ajudar a ficar alerta, mas também para ajudar a relaxar. Grande companheiro dos que precisam trabalhar com mais foco, e também daquelas pessoas que tem paixão por leitura.

O Café.
Tem vários benefícios e só apresenta realmente algum efeito colateral se a gente exagerar na dose. E como é fácil exagerar na dose... Mas aqui segue um pouco sobre nosso amigo multicolorido.

O Café.
Possui cafeína, que por mais que seja famosa, não é seu principal componente. Também encontramos nele aminoácidos, sais minerais, lipídios, ácidos, proteínas e diversas vitaminas. Ele é antioxidante, estimulante energético e mental, e pode auxiliar na prevenção de doenças, problemas no coração e também câncer. Mas se tomado em excesso e também entre as refeições, pode impedir a ação e absorção de alguns nutrientes, causar insônia, taquicardia e problemas de pressão.


O Café.
É bom em qualquer ocasião, mas especialmente para fortalecer amizades. Tomar café com um amigo é deixar bem claro, estamos unidos e gostamos muito um do outro. É uma intimidade brasileira, e o que de melhor oferecemos à quem nos visita. "Vamos tomar um cafezinho passado na hora?" Melhor que isso, é tomar um café para esquentar um friozinho gostoso que está lá fora, abraçado e aconchegado com seu namorado.

O Café.
Na verdade deve ser tomado sempre de boa qualidade, o que enaltece os efeitos positivos e diminui os efeitos colaterais. Portanto, eu fiz uma pequena lista de músicas ótimas para se ouvir tomando um cafezinho para relaxar e ler. Também para se concentrar numa tarefa que exija atenção e que o nosso amigo faz uma bela dupla!

Café - O Musical!
Minhas preferidas foram essas 3, que eu coloco aqui o vídeo:







E claro, uma em Português.



Aqui está minha playlist para tomar um bom café!
Aproveite...

sábado, 22 de junho de 2013

O Amor dos outros...


Ele se levanta rápido da cama com a cabeça mais pesada que uma pedra, o despertador gritava mais alto que o normal, e não conseguia ter certeza se estava sentado ou de ponta cabeça, sentia a cabeça abaixada e o coração acelerado, mas eram as únicas certezas.

Era cedo demais pra ele, que estava mesmo acostumado com a vida dos notívagos, aqueles seres humanos que o mundo chama de "corujas" por trocarem o dia pela noite.
Mas ele tinha todos os motivos para levantar bem, depois de ter dormido pouco. Ele tinha um encontro para  fazer bem à sua alma. Iria encontrar um amigo querido!

E o encontro ocorreu.
Correu tudo bem, foi muito bom.
Então terminou.

Enquanto isso, mais tarde, ele conversava com outros amigos, dividia suas experiências e também buscava músicas para montar um playlist legal para relaxar.
Aquele momento em casa, que você pega sua bebida preferida e quer ficar tranquilo, deixando a mente também ter seu momento de lazer nesses dias conturbados, merece uma trilha sonora à altura.
Minha mente me é importante, merece meus cuidados zelosos e carinhosos.

Entre o fim da tarde e o começo da noite, aproveitando-se das músicas que encontrou, lavou a louça, coisa que pouco gosta de fazer, mas cantarolando e brincando, terminou tudo. Fez o jantar e se deliciou com peru, espinafre, tomate e arroz integral. 

Então, voltou ao papo com os amigos, quando é chamado por outro de seus companheiros para dar uma volta. Cansado, mas animado, ele foi. Se divertiram, e assistiram um ótimo filme. (O Fabuloso Destino de Amélie Poulain).
E depois acabou.

Ele se viu mais uma vez sozinho.
E viu o amor dos outros, e os outros voltando para seus amores.
E ele voltou pra cama.
Ela o confortava, até o despertador chamar, e a vida voltar a lhe contar as histórias dos amores.

E os amores, o Amor, era dos outros...


sexta-feira, 21 de junho de 2013

Uma opinião livre sobre o movimento todo...

Este post feito pela minha amiga Edilaine Olivério (https://www.facebook.com/DeeOliverio) é tudo o que eu penso dessas manifestações e do que estão fazendo dela.

Vamos parar de besteira e de nos deixar influenciar e seguir com a luta pelo Brasil.
Sem direita, esquerda ou oportunismos. Brasileiros, pelos Brasileiros.

========//=========

"Então tá...aí vai o que EU, Edilaine, acho (não que alguém tenha perguntado, mas aproveito pra exercer meu direito a livre expressão - enquanto posso!)

Tenho lido de tudo, visto de tudo.
Confesso que é tanta informação que a gente fica realmente meio perdido. Mas, de forma geral, entendo a situação como sendo mais simples do que querem nos apresentar: todo mundo tá cansado de roubalheira e da falta de retorno dos altos impostos pagos por toda a sociedade.
Não, esse texto não é de esquerda nem de direita, nem de cima nem de baixo. Nem por isso ele é fascista, como querem dizer por aí.
Como muitos já ouviram e leram (e eu também concordo) desde o "Fora Collor"
nunca se viu manifestação tão grande (em número e força), que envolvesse o país como um todo, como as dos últimos dias.
O que mais me deixa feliz é saber que nessa "massa" de gente, tem ateu, católico, espírita, evangélico, judeu, artista, pedreiro, advogado, costureira, professor, pai, mãe, avô, neto, sobrinho, gay, hétero, rico, pobre, classe média, mulher, homem, criança, estudante, doutor, corintiano, são-paulino, palmeirense, santista, assalariado, desempregado, roqueiro, sambista, sertanejo, paulista, carioca, baiano, amazonense, piauiense, gaúcho, americano, japonês, árabe, africano, negro, branco, pardo, amarelo, vermelho, ruivo, junguiano, freudiano, cubista, expressionista, cartunista, casado, solteiro, amante, divorciado, cadeirante, cego, mudo, surdo, manco, diabético, enfim....entendeu a ideia?
Tanta gente diferente, com crenças diferentes, com ideais diferentes, com gostos diferentes, UNIDOS, lutando pelo BEM COMUM! Então, se essas diferenças não foram suficientes pra desunir e desandar a "massa", porque é que o fariam suas inclinações políticas? Como disse, a luta é pelo BEM COMUM! A luta é contra a corrupção EM TODOS OS PARTIDOS QUE POSSUEM SUAS PEÇAS NO PODER! Não é uma luta contra ou à favor os partidos de esquerda e de direita. É uma luta CONTRA PESSOAS DE QUALQUER PARTIDO QUE NÃO ESTEJAM LEGISLANDO EM FAVOR DAQUELES QUE OS COLOCARAM LÁ!
Os de direita acusam os de esquerda, e os de esquerda acusam os de direita de infiltração e tentativa de golpe. Não é esse nosso foco. Não precisamos estar no meio disso.
Sou contra o oportunismo. Já disse uma vez que manifestação não é palanque. Mas também sou contra a violência praticada contra os oportunistas, justamente por aqueles que gritam para a polícia que não querem violência. Incoerência não, meu povo! A paz é para todos.
Só queremos justiça e soluções verdadeiras e eficazes pro nosso povo tão castigado por anos de uma corrupção que vem de TODOS OS LADOS.
Você não precisa concordar comigo. E essa é a beleza da diferença que nos faz UM SÓ!

#ETenhoDito"

Caos - Dois problemas se misturam...

Sozinho, não se enfrenta uma maré...
Quem vai aguentar?
Quando tudo que a gente fizer não passar de uma ilusão?

Hoje eu vi, depois de tanta informação e tanta reclamação, eu vi porque o povo está tão disperso.
São duas grandes forças em um combate violento:

1 - O povo, cansado, perdido e indignado se juntando cada um pelo seu motivo contra o que eles não entendem que está errado. Principalmente é difícil entender o por quê de estar errado.

2 - O poder, de quem não tem medo de usar poder e não tem escrúpulos de fazer "o que for necessário" para que se use todas as formas possíveis das adversidades em seu favor.

Enquanto o povo se debate fugindo de tiro e querendo gritar mais alto que sua ideia e seu ideal é o que vai mudar o mundo, criando propostas diferentes, jeitos diferentes e dificultando o trabalho que já não é fácil, quem tem poder e experiência em controlar a massa e difundir suas ideias deturpadas, faz isso com maestria, ainda mais tranquilamente com a anarquia e a confusão rolando e fazendo a festa.

Eu entendo o que se passa e vejo saídas.
Eu sei que quem precisa ver saídas nunca vai acreditar em mim.

Eu vejo e entendo a vinda do caos.
E eu sei que ninguém do povo está preparado para o que vem por aí...

"Dois problemas se misturam, a verdade do Universo e prestação que vai vencer"
- Raul Seixas



Manifestação do dia 20 de junho de 2013 Orgulho do Brasil, Pena dos Brasileiros...


Existem os que querem acabar com as manifestações, os infiltrados, os partidários, os não partidários, os arruaceiros e vândalos.
Mas do outro lado existe toda a população.
Brasileiro gosta de reclamar e é só isso que eu vi das manifestações de hoje.
Pode ser que a coisa tenha sido realmente feia, mas em algum momento vocês acharam que mudar o país era fácil?

Hoje fizemos história em todas as cidades onde houve manifestações, e foram muitas.
Eu participei da de Campinas/SP e houve entre 70 à 100 mil pessoas nas ruas. E se isso não foi uma vitória, me desculpe, não teremos vitória nem que o povo todo, 200 milhões de pessoas saiam então.

Estamos perdendo o foco? Pode ser, mas existe toda a luta pela frente e não é isso que deve nos fazer parar.
Recuperemos o foco, lutemos pelas mudanças que deveriam ser já cotidianas e vamos continuar a lutar.

Aos que se machucaram de graça por poucos, minha solidariedade, mas todos estamos sujeitos a isso numa luta. Ou estou errado?

Quanto mais você reclama, mais você desmoraliza a ação e mais faz com que as pessoas que tinham dúvidas ou que não queriam fazer parte saiam, enfraquecendo a luta que é de todos.

Para mim não importa o seu partido de filiação, não importa a bandeira que você carrega ou a sua classe social. O importante é que todos lutemos pela liberdade do Brasil das garras de quem o transforma num país que não é de todos.

Lute, ou continue reclamando, fazendo a diferença nas esquinas que você mesmo ajuda a depredar por não cobrar os políticos que você elegeu por melhorias e honestidade com TODO o povo Brasileiro...





quinta-feira, 20 de junho de 2013

E falando em Cultura...

"Cultura (do latim colere, que significa cultivar) é um conceito de várias acepções, sendo a mais corrente a definição genérica formulada por Edward B. Tylor, segundo a qual cultura é “aquele todo complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e capacidades adquiridos pelo homem como membro da sociedade” ~ Wikipedia.
Essa definição de cultura é a qual eu mais me identifico, me deixando à vontade para dizer que os Brasileiros, de modo geral, envergonham-se por não ter uma cultura forte e definida. O Brasil é um país que acolhe e que envolve facilmente ao seu dia-a-dia outras culturas e, portanto, é multiculturalmente sem cultura.

Cultura é exatamente o meio em que vivemos, tudo que está inserido na nossa realidade. Em um mundo globalizado, a cultura de cada um, cada vez mais se perde e é apagada. E no Brasil que infelizmente se envergonha de sua cultura e não acredita nela, isso acontece muito facilmente.
Temos que prestar atenção a tudo que acontece à nossa volta, ou tudo realmente vai se perder pra sempre.

Hoje a cultura é global, sendo assim, todos estamos ficando cada vez mais parecidos, nos encaixando no "padrão" de vida global. Não adianta dizer o padrão "da moda" porque essa denominação já deixou de existir (faz um tempo que você não ouve isso, né?) e a globalização dá espaço para que várias culturas convivam juntas, mas as pequenas vão lentamente se perdendo e com o passar das gerações, vão literalmente morrendo com seus últimos parentes. Isso quando ela não é morta por ser ultrapassada, não estar ligada à tecnologia e atrasar o "desenvolvimento"

Vemos isso acontecendo todos os dias com os índios no Brasil. E já aconteceu com muitos povos ao redor do mundo. Uma calamidade no Brasil pois por mais que façam parte da nossa história, são esquecidos com uma facilidade voluntária. Assim como também a nossa história é esquecida e muito criticada.
Ou seja, toda a nossa cultura.

O povo Brasileiro ainda tem a cultura de que o que é bom vem de fora, e não se importa de perder algo por aqui para estar em dia com as novidades e com o que "realmente importa" pois vem do estrangeiro.
Paga um olho da cara para ter produtos importados. E paga o outro olho da cara para poder viver aqui por causa dos impostos. E mal sabe ele que se fosse mais fiel ao mercado nacional, que também tem muita qualidade, poderia fazer com que os preços fossem mais equilibrados.

A nossa cultura é de colonização, o que automaticamente nos transforma em conformados por ser explorados por quem tem "poder".
Isso é feito pelos nossos políticos, pelos nossos empresários, esses em contrapartida, são explorados pelos políticos e empresários de fora, que continuam a usar nossa terra e levar nossos tesouros para seus países à preço de banana.
E o trabalhador Brasileiro é muito valorizado pelo seu esforço e dedicação, ganhando metade por ser Brasileiro.

Isso está mudando. Devagar, quase parando, mas está mudando.
E vamos mostrar que nossa cultura é forte e muito rica, quando nos lembrarmos de todas as lutas que travamos aqui por liberdade e por nossos direitos.

O mais fácil de lembrar por estar fresco na memória e por estarmos passando por tempos de manifestações,  é a luta contra a ditadura. Uma bomba para a política, um período muito fértil para a Cultura Popular Brasileira, onde vários Brasileiros usaram sua arte para protestar e que marcou para sempre nossa história.

Outro muito importante foi o Movimento do Modernismo que alterou o cenário Sociocultural brasileiro com repercussão internacional.
Os Cangaceiros no Sertão, os Barões do Café,
Entre tantas revoltas, movimentos, povos e diversidades que marcaram nossa cultura.
Nossos índios, nosso Folclore, nossa Música, nossas tradições, costumes e também as crenças.
Regionalismo, nossa história.

Que tudo isso esteja sempre marcado em nossa memória, e que nossas futuras gerações possam ter orgulho de tudo o que nosso Brasil viveu e ainda vive.
Neste momento, o país se une em manifestações contra a corrupção e a impunidade com que os governantes usam nossa nação e nossos esforços.
Que nada disso seja esquecido.

Povo Brasileiro, alegre-se e orgulhe-se do que você é.
Todos temos defeitos, todas as nações tem defeitos, não é só o Brasil.
E por isso temos que valorizar nossa cultura, para que lutemos contra nossos defeitos e então, olhar para o nosso Gigante como ele é, e finalmente dizer com orgulho:

"Terra adorada,
Entre outras mil, és tu Brasil
Ó Pátria Amada..."


quarta-feira, 19 de junho de 2013

A manifestação mais Fantástica!!!

Geralmente aqui no 海傷 - Umikizu! eu coloco os títulos e muitos dos textos com reticências (...), para ficar no ar o pensamento e para estimular que a pessoa pense num fim.

Mas este vídeo, dessa manifestação maravilhosa, merece todos os pontos de exclamação dos Brasileiros Unidos!
E que sejamos milhões a pedir EDUCAÇÃO, SAÚDE, SALÁRIOS E RESPEITO!

PARABÉNS POVO BRASILEIRO!!!



E vamos aproveitar e falar sobre uma outra forma de manifestação que me chamou muita atenção.
Deputado Marco Feliciano, um grande beijo para você.

E fique sabendo, que não esquecemos da sua incapacidade em presidir uma comissão tão importante como a dos Direitos Humanos.

O senhor deveria estar defendendo exatamente o direito dos manifestantes em protestar, mas como não fez nada a não ser perseguir os gays, mais uma vez, a população foi tolhida dos seus direitos pelas manda-chuvas usando a polícia com violência gratuita. Então, esse beijo é especial para você!

Manifestantes na Paulista, para que nosso direito ao Amor não seja também destruído!

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Um retrato das manifestações...


Esse vídeo foi feito pelo fotógrafo e artista Michel de Souza e eu achei incrível.
Simples e mostra um pouco sobre as revoluções que ocorreram em São Paulo com uma perspectiva bem próxima e bastante sensível dos acontecimentos, por isso, escolhi este vídeo para representar a manifestação no 海傷 - Umikizu!

Segue o site dele para mais trabalhos: http://www.micheldesouza.com/

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Uma aventura animal!

Quando você acorda de um sonho muito louco, você fica estarrecido, como é bom estar sonhando e acordar e perceber a beleza que é sonhar!!!

Estava numa gravação, quando sou chamado para proteger uma pessoa de agentes que queriam sequestrá-la.
Vou lá, de mansinho e encontro os agentes. Eram 2 homens e uma mulher, vestidos como oficiais da CIA, mas era simplesmente uma imitação bem mal feita dos uniformes.
Quando vejo eles chegando perto do alvo, fico estarrecido! Estávamos nos Estados Unidos e eles queriam sequestrar a Xuxa!

Chamo a atenção deles e digo para ela correr!
Bem, ela correu bastante, que nem mesmo eu conseguia alcançar.
Quando eles correram atrás dela, eu fui também atrás, despistei os agentes e fui seguindo a Xuxa para garantir sua segurança. Segui atrás dela como o Fera dos X-Men, correndo dando impulso com os braços.

Chego no local onde ela seria resgatada. Um hotel bem incomum, e muito lindo.
Como corri com as mãos, elas estavam sujas, perguntei pelo banheiro na recepção e uma atendente simpática me levou até o banheiro, parecia um ofurô japonês, todo decorado com bambus.

Enquanto lavava as mãos, dois pássaros vieram beber água na torneira. A mãe e seu filhote.
Deixei que bebessem água na minha mão. E o pequenino se molhou inteiro.
Os coloquei no sol para secar, e quando secaram, viraram duas pequenas raposas!
E minha vizinha entra no banheiro com um pote de comida para eles, e disse que era a única que sabia que estavam lá. Deixei ela cuidando deles.

Quando saí, estava em uma quermesse, onde meus amigos atores estavam fazendo algumas apresentações sobre amor, e sobre felicidade para o público. Eu os ajudava com os figurinos e as falas.
Foi tudo muito bonito. E uma amiga em particular que estava um pouco agitada, me fez rir bastante.

Depois disso, entrei em casa, e estava na casa dos meus pais, fui recebido pelos 5 filhotes, já crescidos e que eu não vejo a um tempo, eles todos vieram fazer festa comigo, me mordiscavam e lambiam, felizes dizendo o quanto era bom que eu os tinha ido visitar! E eu fiquei muito contente, porque eles realmente estavam felizes, tão felizes que podiam falar comigo!

Minha mãe entra na cozinha onde estávamos e fica só olhando a festa dos cachorros comigo!
Foi muito bom!

E acordei com um grande sorriso!
E uma ótima aventura pra contar!

Sonhar é bom demais...

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Porta nenhuma...

Deixei depois de anos a porta semi aberta.
Ela vivia escancarada, empoeirada e triste.
Não deu dois enganos, tinha gente entrando.
O que mudou? Quem mudou? E a porta?

Cabia numa mão o que me aconteceu até aquele dia,
ninguém muito se interessava, alguns talvez me queriam.
Depois de buscar a fundo, percebi que eu mesmo é quem estava lá,
escondido de todo mundo, perdido no meu próprio lugar.

E era tanta gente, era tanta coisa nova, vezes
nem sabia como tratar, mas percebi também
nada importava, o que os mandava lá era mesmo
a curiosidade e não saber o que iam encontrar.

Desde quando a porta nunca mais abriu,
e além de todas as possibilidades que se podia
também nunca mais conseguiu-se fechar,
é que soube encontrar o que realmente mostrava.

E quando aparecia gente que não sabia de nada, nem quê queria
eu dizia: - Endereço errado! A felicidade foi por ali, saída da coxia!
E de descontentamento zerado, saiam sem problemas proutro lado.
Se ficava na casa era porque queria. Sem precisar de motivo.

Aquele céu depois da porta
numa seca desgraçada ficava
seus olhares estavam mesmo
voltados de verdade pro nada.
Fecha a porta, e tudo acaba!

sábado, 1 de junho de 2013

Aquele menino...

Um menino simples, tímido e totalmente despreocupado.
Roía as unhas freneticamente do meu lado,
que será que se passava numa mente endiabrada de menino levado?

Num único olhar, de olhos fundos e que marejavam muito fácil
ele conquistou seu espaço no tremendo mar de gente.
Quem será esse menino que não sai da minha mente?

Esse desencontro que não me deixa descansar,
será que é certo sentir que no mesmo teto posso estar?
E se nunca mais souber ficar quieto e sossegado?

Será que tudo isso é mais uma ilusão?
Mais uma lição...
Uma mais e tudo além de uma catástrofe sem nenhuma finalização.

Eu sigo, eu rumo, eu continuo no caminho.
Sem mim, sem ele, sem menino nenhum...
Sem palavras, sem unhas, sem pintura...
Sem chão...