Eu que te Amo diferente...

AME!

É o que acontece quando você vive.
Não importa como, quando você vive, automaticamente você Ama.
Hoje você, sim estou falando exclusivamente com você que está lendo, você não vive.
Mas eu, eu, este pequeno escritor de palavras sem juízo, te Amo!
E não se engane. Não é por isso também que eu, eu também não vivo.

Amar e Viver não são diretamente proporcionais.
Viver e Amar são.
Amar é sempre possível, impossível não fazer Amar e fazer Amor, porque é da nossa natureza, e a única certeza de que foge do instinto.
Sim, sim! Foge do instinto.
O instinto cuida, oferece carinho e se preocupa. Amor não tem preocupações tão mortais, ele já fez, ele nunca duvidou e está sempre presente.

Viver em contrapartida é estar em Amor.
Qual pessoa que vive a vida plenamente não mostra um sorriso no rosto? Não há uma pessoa que viva, e então mostre que está viva, que deixe de dar bom dia, dizer obrigado, abraçar apertado e ainda busca ajudar.
Nem por isso também, ela deixa de ter seus problemas. Ah todos temos problemas!
Utopia é nome de banda e sonho de criança. Existe! Mas não é real neste mundo que vivemos.
Não AINDA!

Então quem Ama pode não viver. Pode se prender e o Amor d'então se vai indo junto com a vida.
Quando vê, nem paixão restou daquele sentimento quente e cheio de Sol!
A Lua é a perfeita representação do Amor. Ainda mais na fase Nova.
Ela está lá. Sem o Sol para se aquecer, sem o calor de seu grande amor e sua paixão sem fim. Mas ainda está lá, mesmo que não se possa ver. E ela vai reaparecendo devagar.
A cada vez que seu encalorado e iluminado parceiro vai embora, ela está ali mostrando seu Amor e sua força mesmo no escuro. E vibra, e repassa aquela sensação gostosa, não precisa ser quente, calor demais queima e deixa feridas, a Lua vem para mostrar que tem de haver equilíbrio e faz isso com o sacrifício de se deixar afastar para nos ensinar a Amar. E como podemos ver todas as noites, ela sorri, porque ela também ensina a viver.
Ora essa, afinal de contas, quando de dia o Sol faz questão de raiar e irradiar o Amor que aquece, durante a noite, a Lua vem mostrar que o Amor além de calor é Luz!

E a Luz é o equilíbrio que nós encontramos no calor do Amor e nos sacrifícios da Vida!

Abençoados sejam os que Vivem!
Pois os que Amam sempre serão.

Comentários

  1. CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP!

    Nevrálgico, como sempre.
    Amo muito!
    `^^´

    ResponderExcluir
  2. Belo texto. Parabéns !!!
    Adorei !
    Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...