O que você não sabe sobre Deus...

Eu converso com os Deuses todos os dias, e com Anjos também. Todos espíritos.
Você pode não acreditar, você talvez somente não entenda, mas isso não muda o fato de que eu converso com eles.
Sabe quando dizem que Deus é onipotente, onisciênte e onipresente? (oni isso, oni aquilo, oni aquilo outro)
Ele é realmente. E quando conversava com ele, me foi explicado que é um pouco mais, qual seria o melhor termo? Ahh! Um pouco mais importante que isso.

Mais uma vez, os termos que nós temos para "definir" o divino não são tão abrangentes como é necessário. Até onde sabemos, não há ser humano que possa falar com 100% de certeza sobre "Espíritos", sobre "Deuses", sobre "Magia". Cada mitologia, cada crença tem sua experiência, que é passada por seres espirituais, experiências com alucinógenos com a consciência alterada, histórias contadas por gerações desde seus antepassados boca-a-boca.
E o que eu vou dizer, também tem a mesma credibilidade: Nenhuma.
Talvez por haver pessoas que ficam famosas com livros, palestras que conseguem "ensinar" experiências que outras pessoas, mesmo as menos sensíveis, conseguem reproduzir em casa, tenham muita credibilidade mesmo falando algumas abobrinhas, mas não é exatamente assim que funciona? Os deuses, espíritos, santos, anjos, que tem mais poder, são aqueles que tem mais fiéis, seguidores, adoradores, etc.


Mas o caso é que cada pessoa, quando tem uma experiência espiritual, não tem essa experiência com a entidade diretamente, geralmente essas entidades falam através do "Guia Espiritual" ou "Anjo da Guarda" dessa pessoa. Então, quando essa pessoa está mais forte, melhor preparada para experiências maiores, vai entrando em contato com essas entidades com o auxílio do seu Anjo da Guarda.
É um processo pessoal, portanto não há um tempo, nem uma preparação especial que possa ser indicada.
O fato é que cada um, mesmo que com o mesmo "Deus" tem uma experiência diferente, pois como Deus é todos os "oni isso e aquilo" que nós entendemos, ele se manifesta e se apresenta para cada um da melhor maneira e de forma com a qual a pessoa realmente possa aprender.
Tenho certeza que você já disse essa frase pra alguém: - Você é um anjo que me mandaram! - ou algo parecido. Pois é uma das formas que os nossos guias e os Deuses tem de enviar ajuda.


O Deus com quem eu converso, é um arquétipo da entidade, eles se manifestam para todos conforme a necessidade e portanto, o arquétipo desse mesmo Deus que fale com você, vai ser diferente. Pois você tem necessidades, questionamentos e entendimento diferentes do meu.
A humanidade é repleta de pessoas em diferente níveis de conhecimento, e que tem ainda que lutar contra o conhecimento comum da sociedade para ter sua própria visão de espiritualidade, independente de cultura, religião e credo para finalmente ter experiências com a sua própria espiritualidade, seu Anjo ou Guia e portanto seu próprio arquétipo divino.


É um caminho lindo de aprendizado até lá, que comumente é chamado de iluminação.
Infelizmente algumas pessoas se prendem ao senso comum em que a humanidade não é "digna" dessa iluminação divina e que temos que sofrer. Outras acreditam que não há maneira de se ligar aos deuses pois somos incapazes de entendê-los. Ainda há quem pense que podemos nos comunicar com deuses e espíritos, mas eles são muito maiores e intocáveis. As piores são que os deuses ditam nosso destino, que tudo está escrito, que acontece como tem que acontecer; esses ao meu pequeno entendimento são somente acomodados.


Neste Universo Infinito tudo tem o mesmo peso e medida, é um conceito humano que somos piores ou melhores que algo ou alguém. Portanto permita-se, humildemente, ser do tamanho que você realmente é, e mais uma vez acreditando no seu valor, permita-se a experiência de conversar com seu Deus, com seus Anjos, com Seu Guia.
O primeiro passo, e o segundo, é não desistir.
"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não quero uma Realidade inventada."
- Clarice Lispector
Relate sua experiência nos comentários e vamos aprender juntos. `^^´
Abraços de Luz.

Comentários

  1. Gostei do texto e resume bem meu pensamento sobre o assunto. Vc conseguiu expor a verdade nua e crua do que é Deus, não importando (vide comentários dos Anonimos) a opinião de quem acredita.
    Fico grato por ter tido a oportunidade de ler esse texto e ver tudo o que penso resumido de forma tão simples e compreensível tudo o que acredito.
    Vamos em frente e vamos aprender mais.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na boa big japa... você acredita mesmo que foi exposta a "verdade nua e crua do que é deus"? se vc pensa assim vc é que devia postar anonimamente pq vc acabou de dizer que um blog definiu seu deus... acho que vc num pensou muito antes de escrever né?!

      Excluir
  2. deus nao existe, tem que ser muito burro pra acreditar nisso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. criatura ridicula vc dev quardar sua opinião p vc e n qrer q as pessoas se reprimam por conta de suas opiniôes e idéais kda uma acredita no que quer e quando quizer! ta certo assim? cada um tem a crença naquilo q que! ow criatura tosca e patétik.

      Excluir
    2. Quem acha que te fez o babaca?

      Excluir
    3. meu pai e minha mãe.

      Excluir
    4. deuses nao existem, encarem a verdade e parem com esse cha.

      Excluir
  3. se deus existisse seria o maior assassino de todos os tempos, basta ler o livro de ficção mais vendido no mundo, a biblia, lá só o que vemos é morte.
    tem que ser muito burro pra acreditar que um cara fez um barco de madeira e colocou todas as especies do planeta nela huahuahauahuauhahu
    ou entao tem que ser mais burro ainda pra acreditar que deus nao queria uma construção de uma torre que chegasse ao ceu pq só ele poderia estar lá e por isso mais uma vez fudeu com todo mundo huhuahuauhahua. muito burro pra acreditar nessas coisas

    ResponderExcluir
  4. Apesar de ser cético fiquei curioso com o texto. Realmente muito bonito, nao vejo onde colocar defeito em tais palavras e argumentos. Me impressionou uma visão diferente das divindades que conhecemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se puder entrar em contato comigo pelo facebook ou por e-mail, os céticos e os ateus são os que mais nos fazem aprender, pois eles questionam e mostram argumentos, coisas que os fanáticos não fazem.
      Adoraria bater papo contigo!
      Abraços de Luz!

      Excluir
  5. Não sei porque ficam e ficam perdendo o tempo já que Deus ''não'' existe, fiquem pra voces e permaneçam se é assim que desejam

    ResponderExcluir
  6. Quem acredita que Deus não existe, é a forma com a qual seu espírito entende Deus.
    O fato de "não existir" é nada mais que a melhor forma de você encarar o mundo espiritual.
    Aprenda com isso. Aproveite e seja feliz! `^^´

    Estamos aqui para buscar a felicidade, ou o bem estar, ou aprendizado diferente, cada um tem um objetivo, um tempo, uma medida. Não queira colocar a sua medida sobre a do outro, nem queira viver sobre uma visão que não é sua. Isso sim é Blá Blá Blá! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. finalmente uma pessoa que realmente entende de algo meus parabéns, simplesmente plausiveis as suas palavras. :)

      Excluir
    2. uma pessoa que entende algo não. Uma pessoa racionalizando pra não lidar com a verdade. e quando digo verdade me refiro ao que pode ser constatado... o argumento do não existir é patético pra qualquer um... é o mesmo que dizer " se eu não posso vê-lo ele também não me vê" dã!

      Excluir
  7. Allan Lucena: "Quem acredita que Deus não existe, é a forma com a qual seu espírito entende Deus.O fato de "não existir" é nada mais que a melhor forma de você encarar o mundo espiritual."

    Gostaria de entender realmente como isso faz algum sentido para você. Se deuses e espíritos não existem, segundo nossa percepção. Então você simplesmente assume que o fato de não acreditarmos é a manifestação da existência?
    Sua afirmação chega a ser tão ofensiva e oblíqua quanto uma crítica grotesca feita ao teismo.

    Eu poderia argumentar, arrogante e ofensivamente, que orações e crença em divindades são leves manifestaçãos de esquizofrenia. Afinal, assumir a existência algo sem fundamento ou explicação, ou conversar e receber respostas com algo que não existe, são sintomas de alguma efermidade psicológica.
    Mas não uso esse tipo de argumentação por ser fraca, tola e de extrema prepotência, visto que muitos de nós, ateus, não falamos que deus simplemente não existe, mas que não existes evidências lógicas ou empíricas para se afirmar o contrário.

    De qualquer forma, a crença em deus, por si só, não me incomoda, mas sim as crenças organizadas que cultivam intolerância, preconceito, entre outras, disfarçados de valores morais.

    Sobre o texto, acho que a vida é muito mais bonita e interessante se desligarmos a necessidade do divino para sermos completos. A universo é fantástico por si só, não precisamos inventar seres, existências, divindades sobrenaturais para apreciarmos o que já está realmente à nossa volta. O que deveria mover o homem são as perguntas, não as respostas.

    E já que foi citada Clarice, cito Douglas Adams:
    "Não basta apreciar a beleza de um jardim, é preciso também acreditar que há fadas nele?"

    PS: eu não ia nem postar, pq não me importo com tudo isso, mas seu argumento precisava de uma réplica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom... tirou as palavras da minha boca

      Excluir
    2. cara continue postando... são posturas como a sua, firme, lúcida e educada que ajuda a ir clareando as coisas pra pessoas que ainda mantém esse pensamento.

      Excluir
    3. Ainda bem que postou!
      Eu concordo plenamente contigo que o homem deve ser movido a perguntas e não a respostas, infelizmente isso não é para todos.
      Posso ofender alguém aqui, mas a religião é um grande câncer para a espiritualidade e ao desenvolvimento pessoal. Porém o conceito de "Deus ou Deuses" é a única coisa nela que faz a diferença.

      Explico: A religião virou uma muleta para muitas pessoas, o que impede milhares de ver que somos independentemente de deuses ou de ciência, seres vivos com poder de transformar o meio em que vivemos através de nossas ações diárias e de acordo com nossa vontade.
      Deus é o "objetivo" na religião, agradá-lo, ser bom como ele, estar em suas graças, pois em todas as religiões, por mais sangrenta que a entidade cultuada possa ser, ainda é um exemplo para as pessoas. Mesmo que a religião tenha sido, e ainda é, amplamente usada para "doutrinar" os fiéis, existem aqueles que conseguem entender que o único "deus" que existe é ele próprio, e então começa a questionar, buscar entender o que acontece e não simplesmente buscar auxílio espiritual em uma religião, ou um "fantasma alucinógeno que tem as respostas que ele quer ouvir" ou esse ser de origem psíquica ou esquizofrênica que responde perguntas.

      Eu acredito em Deuses, isso não me torna ignorante, é a minha forma de ver o mundo e vivenciar a minha experiência de vida.
      Você e outros não acreditam, e para mim é exatamente a mesma coisa, vivemos igualmente, comemos, buscamos nossas verdades e se estamos satisfeitos com isso, é sinal que fazemos algo útil de nossa existência.
      Se deus não existe para vocês, ainda sim vocês possuem espiritualidade. Só isso que quis dizer, pois que o homem, a mente e o espírito são um só.

      E desculpe provocar, mas se não se importasse com o assunto, realmente não teria argumentado. Obrigado por argumentar e me dar a oportunidade de aprofundar o assunto.

      Abraços!

      Excluir
    4. "Se deus não existe para vocês, ainda sim vocês possuem espiritualidade."
      No contexto do assunto, acho que você usou o termo espiritualidade cmo filosofia de vida e não no sentido espírita da coisa. Nesse caso, sim. Não gosto do termo espiritualidade, pq remete ao sobrenatural, mas se conceituado como: filosofia de vida, busca por conhecimento, desenvolvimento pessoal, auto-estima, auto crítica e satisfação pessoal, da para engolir :)

      O problema conceitual dos termos é muito gritante. Para você espiritualidade é uma coisa, para mim é outra, para uma terceira pessoa de outra crença, é uma terceira coisa.

      E de maneira alguma afirmaria que uma pessoa é mais isso ou menos aquilo, só por ela ser teista/ateia. Seria um pré-conceito tão ignorante como quaçquer outro.

      Sobre não me importar, é em responder ao texto. Me importo sim quando alguém fala, por exemplo: "você não acredita até precisar dele" ou "não acreditar não vai te isentar de pagar por isso depois" ou, como vc falou, "O fato de 'não existir' é nada mais que a melhor forma de você encarar o mundo espiritual"... simplesmente pq para nós não existe mundo espiritual, deus ou coisa e tal. E essa é um forma de jogar o q vc acredita com certo sobre nós.

      Veja a colocação "simplesmente pq PARA NÓS não existe mundo espiritual, deus ou coisa e tal" diferente e mais polida e política do que "simplesmente não existe mundo espiritual, deus ou coisa e tal"

      Abraço

      Excluir
    5. Eu entendo que para vocês não exista. E exatamente assim é 'para vocês'.
      O seu entendimento de espiritualidade é diferente, experiências diferentes, valores diferentes. Isso é normal e eu considero uma benção tanto quanto quem acredita.
      E então quando você, que não acredita, conversa comigo, que acredito, aprendemos os dois mais e mais sobre isso. Você no seu campo de conhecimento e eu no meu.

      Eu entendo que existam pessoas que interpretam de forma diferente, mas isso não é desculpa. Espiritualidade não é espiritismo, é uma linha de pensamento (filosófica) que presa adquirir conhecimentos e debater assuntos para iluminação e aprendizado sobre si mesmo, sobre o ser humano, com a finalidade de desenvolver-se ou evoluir.
      Muita gente confunde com religião, muita gente confunde com espiritismo, mas a espiritualidade está acima de religião, ciência e dogma, é o objetivo intrínseco em qualquer forma de pensamento, filosófico ou prático.

      Se fossemos considerar a confusão de interpretação toda vez que falarmos sobre algo, além dos textos e explicações tornarem-se enormes, não haveria comunicação efetiva.

      Sobre Deus não existir ser sua forma de se relacionar com a espiritualidade, você não acredita, e para você ele não existe, só por isso você não busca entender o que se passa com você, não busca uma melhoria contínua? Isso é espiritualidade, não ser devoto de um Deus ou ser guiado por um espírito. Este texto especificamente foi sobre Deuses, mas você recebe sua dose de espiritualidade ou conhecimento de outras fontes, inclusive deste texto e desses comentários. Certo?

      Não espero que passe a acreditar em Deus, meu objetivo neste post é que entenda que nossa busca por conhecimento tem um sentido, que podemos seguir ou não, aceitar ou não, mas que para cada um será diferente. Cada um tem seu objetivo diferente, que se juntam e se separam ao longo da caminhada da vida neste planeta.
      E sinceramente, espero que nunca te digam que "você vai precisar de Deus" porque o maior Deus que existe em nossas vidas, somos nós mesmos. ;)

      Abraços!

      Excluir
  8. num sei não... esse discurso de que " deus se comunica de formas diferentes" me parece mais outra forma de dizer "encontre algo na sua vida pra falar que é deus". Acontece frequentemente, com quem começa a estudar, psicologia,biologia ou qualquer área que encontre respostas diferentes da religião, de a pessoa ir adequando sua fé pra não contrariar sua crença... mas isso por medo de admitir pra si mesmo que não dá mais pra acreditar nessas coisas... é só um resquício do modo como nossas sociedades foram constituídas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para as pessoas que não encontram uma razão para viver, senão que existe um ser superior, que acontece por chamar-se Deus, isso faz toda a diferença.
      Muitos focam em trabalho, dinheiro, festas, amigos ou família, e outros somente em Deus.
      Como o João Pedro disse acima: "O que deveria mover o homem são as perguntas, não as respostas."
      Mas nós humanos nos consideramos pequenos para isso.
      A humanidade teme a deus, por causa em grande parte sim por conceitos da sociedade construído até hoje, senão entenderiam que a vida não deve ser temida e que somos mais que meros bonequinhos que deuses comandam.
      Se não da mais pra "acreditar nessas coisas", no que acreditar então?

      Excluir
  9. Não conseguiria explicar Deus, ele é tão grandioso que minha inteligencia é limitada.
    Mas adorei o texo, parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...