Nenhuma Verdade...


É assim:
O perfeito nada mais é que o imperfeito que lhe agrada.
E se não concorda, não pense duas vezes, erre!
E se concorda, declina sua modéstia.
Entenda simplesmente.

Esquece o perfeito, a certeza e o sentimento de plenitude.
Não experimentou o mundo, nem há de fazê-lo em 100 poucos anos.
Viva! Basta ser!
Seja, viva, sem verdades.
Sem limite.

Comentários

  1. No fim... Pergunto muito sutilmente, para quê e por que a verdade?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...