Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Mantenha sua cabeça erguida...

Quase morrer é viver... e é tão fácil quase morrer!
Agora quando pensamos em viver, da até uma preguiça, né?
São tantos compromissos, tantas responsabilidades, tantas coisas que não gostamos e temos que fazer.
Morrer é fácil, mas não é hora ainda, não é mesmo? Morrer é o final, é o grand finale para nos completar, porém não é a hora, não quando a vida diz que não é a hora.
Parece besteira, mas quando você passa por um momento de várias possibilidades de morte, e sai vivo, entende: se depois de desafiar a morte ainda não morri, então tem algo que preciso fazer!

Sabe o que muda em você, quando a gente quase morre?
Nada.
É... as mudanças vão se apresentando no seu amadurecimento, nas suas atitudes que são simplesmente diferentes, porém absolutamente naturais.
Muitas coisas passam a fazer mais sentido, outras perdem completamente o significado.
Com certeza isso é muito particular e, claro, somos todos afetados de formas diferentes, mas é até engraçado olhar pra tudo depois de uma experiência destas.
"Cara, como eu era bobo falando tal coisa" e assim por diante...

Dar mais valor às pessoas, às coisas?
Não sei vocês, mas eu sempre dei muito valor a tudo, principalmente a todos que tenho comigo. Isso também não mudou.
Se você não dá o valor que acredita certo aos que vivem com você, comece a dar! Vale a pena!

Simplicidade, uma vida louca, uma vida cheia de alegria e com muita aventura, isso é tudo que sempre quis pra mim.
E acho que o que mais mudou é que não vou mais jogar pensando somente na minha segurança, vou arriscar mais.

Quase morri por que estava me dedicando a um sonho, então dormi no volante e sofri um acidente.
Mas eu sobrevivi e estou mais próximo de realizar meus desejos. Porque quando você quer, quando você arrisca, você consegue tudo! Sorria e siga em frente!



Essa música fala exatamente o que estou sentindo...
"Mantenha sua cabeça erguida, mantenha seu coração forte."



Mantenha Sua Cabeça Erguida

~ Keep Your Head Up - Ben Howard

Passei meu tempo assistindo os espaços que têm crescido entre nós.
E eu cortei minha mente sobre o segundo melhor ou as cicatrizes que vêm com a cor verde.
E eu dei meus olhos para o tédio, ainda no fundo do mar não me deixar entrar,
E eu tentei o meu melhor para abraçar a escuridão em que eu nado.
Oh a escuridão em que eu nado

Eu estou descendo esta montanha
Com a força de uma maré revolta
Oh os ventos tão suave em minha pele,
O sol tão forte sobre o meu lado.
Oh olhando para fora desta felicidade,
Eu procuro entre os lençóis.
Oh sentimento cego e perceber,
Tudo o que eu estava procurando era eu mesmo.
Ooo tudo o que eu estava procurando era eu.

Mantenha sua cabeça erguida, mantenha seu coração forte.
Não, não, não, não.
Mantenha o seu estado de espírito, mantenha o seu cabelo comprido.
Oh minha querida Mantenha sua cabeça erguida, mantenha seu coração forte.
Oh não não, Mantenha o seu estado de espírito, mantenha o seu cabelo,
Mantenha o seu cabelo comprido.
Porque eu sempre vou lembrar de você a mesma,
Oh olhos como flores silvestres, com seus demônios da mudança.

Eu vi um amigo meu outro dia,
E ele me me disse que meus olhos brilhavam.
Oh Eu disse que tinha sido afastado, e ele sabia,
Oh ele sabia profundamente o que eu estava querendo dizer
E foi tão bom ver o rosto dele,
Ou o conforto investido em minha alma.
Oh sentir o calor de um sorriso,
Quando ele disse: "Eu estou feliz de tê-lo em casa."
Ooh, eu estou feliz em ter você em casa.

E eu mostrei o meu corpo para o mar novamente,
E eu ri com ela por ser tão cruel.
E eu deixei essas garrafas quebradas e corredores vazios.
E eu andei na linha.
E eu nunca, eu nunca sonho com você.
Oh querida eu nunca, eu nunca sonho com você.

Sim, mantenha a cabeça erguida, mantenha o coração forte.
Oh, não, não, não, não.
Mantenha o seu estado de espírito, mantenha o cabelo comprido.
Oh minha querida, mantenha a cabeça erguida, mantenha seu coração forte.
Não não não mantenha a sua mentalidade nos teus caminhos, mantenha o seu cabelo, mantenha o seu cabelo comprido.
Porque eu sempre vou lembrar-lhe a mesma.
Oh olhos são flores selvagens com seus demônios da mudança.
Que você encontre a felicidade lá,
Que todas as vossas esperanças dêem certo.
Ooh você pode encontrar a felicidade lá,
Que você encontre o calor no meio da noite.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Neil Gaiman em discurso sobre Artes...

Sou fã do trabalho do Neil Gaiman por vários motivos, e agora mais fã ainda por ser tão realista falando sobre a profissão das artes!
Discurso para a formatura na Universidade das Artes da Pensilvânia, turma de 2012.
Inspirador e verdadeiro.

Autor de Sandman, e tantos outros trabalhos, livros, filmes, poemas e tiras, Neil Gaiman foi um dos autores mais influentes para muitos dos meus amigos, inspirando muitas histórias de nossas infâncias e principalmente, nos ensinando muitas coisas sobre o mundo, sobre os humanos, sobre realidade!


Vale a pena ver, principalmente para quem quer trabalhar com arte, mas é excelente para todas as pessoas!
Aproveitem... "and make good art!"


Tem legendas, se não começarem automaticamente, escolha no menu do vídeo, elas não são acuradas, mas ajudaram os que não entendem inglês.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Quero ser fofo com você!!!


Hoje acordei imaginando um mundo sem expectativas, onde todos pudessem ser o que tivessem vontade e não serem julgados por não ser aquilo esperado de nós ou não.

Meu pensamento foi especialmente focado em sermos bons uns com os outros, dizer o que queremos dizer, fazer bem e expressar nossa admiração, nosso carinho livremente.

Não é uma questão de ser expressivo em excesso, mas somos extremamente carentes tanto por não recebermos carinho, mas também por termos medo de doar carinho. Vivendo em um mundo frio, onde quando nos expressamos com mais afeto somos exilados, como quem "apressa as coisas"!

É ou não é a coisa mais tola que dizemos hoje em dia?
Procuramos carinho, atenção, um amor. Quando expressamos isso, é o motivo pelo qual somos afastados.

Se pelo menos entendêssemos que ser carinhoso não é um compromisso, nem mesmo uma responsabilidade. É simplesmente expressar o que sente, deixar com que a pessoa se sinta melhor e também é fazer um bem enorme para si mesmo.

PERMITA-SE UM CARINHO!
Aquele movimento suave de mãos, de quem realmente gosta de você, aquece o coração e faz a gente corar!
Seja Feliz!


segunda-feira, 21 de maio de 2012

Perder-se...


Me perdi novamente de quem sou...
e que interessante perceber que é exatamente assim que tem que ser, "se perder para se encontrar" é o que dizem, faz sentido!
Mas faz mais sentido quando o encontrar é mais que isso.
Não só encontrar-se, mas achar o que se precisa, não é?


sexta-feira, 18 de maio de 2012

O Fantasma da Ópera - The Music of the Night...


The Music of the Night
Uma das músicas mais fortes que já ouvi, um misto de paixão, loucura, destino, fantasia, desastre, talento e beleza onde quer que seja...

O musical é maravilhoso, quem não viu ainda, CORRA!
E esta apresentação é fantástica...


Nighttime sharpens, heightens each sensation
Darkness wakes and stirs imagination
Silently the senses abandon their defenses
Helpless to resist the notes i write
For I compose the music of the night

Slowly, gently, night unfurls its splendour
Grasp it, sense it, tremulous and tender
Hearing is believing
Music is deceiving
Hard as lightning, soft as candle light
Dare you trust the music of the night..
Close your eyes for your eyes will only tell the truth
And the truth isn't what you want to see
In the dark it is easy to pretend..
That the truth is what it ought to be...

Softly, deftly, music shall caress you
Hear it, feel it, secretly possess you
Open up your mind, let your fantasies unwind
In this darkness which you know you cannot fight
The darkness of the music of the night

Close your eyes start a journey through a strange, new world
Leave all thoughts of the world you knew before
Close your eyes and let music set you free
Only then can you belong to me

Floating, falling, sweet intoxication
Touch me, trust me, savour each sensation
Let the dream begin, let your darker side give in
To the power of the music that I write
The power of the music of the night

You alone can make my song take flight
Help me make the music of the night

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Vou-me Embora pra Pasárgada - Manuel Bandeira...


Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomarei banhos de mar!
E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d'água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar
Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcalóide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar

E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.

 Manuel Bandeira

Vou ser Feliz!

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Um Amor pra começar o dia...

Já se sentiu amado, amor, daquela forma mais pura e mais simples, do nada e que te deixou em paz por todo o tempo?
Aquele sentimento que não se explica, está ali no movimento do beijo, no jeitinho lindo que ele te diz: "Te Adoro!"
Num simples: "Amor, me passa a manteiga?"

Aquele Bom Dia que realmente torna o dia BOM!
E você cumprimenta todo mundo no caminho do trabalho, faz tudo que nunca gosta de fazer sem perceber, porque tudo que tem na mente é o seu sorriso.
Experimenta todas as sensações mais gostosas só de se lembrar do abraço e morre de saudade, aquela que te tira um sorriso desapercebido do rosto...

Quando volta pra casa, ele te espera com flores, uma mesa singela de jantar, com ovo cozido, arroz quase queimado e umas salsichas, e tudo tem um sabor especial! Afinal de contas, ele nem sabe cozinhar e fez o que pode pra te agradar!

E se deitam abraçados, pra começar mais um dia amanhã, mais um Amor de dia!

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Acidente 4 de maio - O dia em que nasci de novo...

 Como alguns sabem, sofri um acidente na madrugada de sexta dia 4 de maio de 2012.
Este pode-se dizer que foi o dia em que nasci novamente, já que não me aconteceu nada em um acidente muito feio.

Seguem algumas fotos e depois eu conto como foi que aconteceu.




Dormindo no hospital...
Graças ao meu Anjo da Guarda que estava bem acordado, não me aconteceu nada grave!
Obrigado Pandumiel e todos os que me protegeram na hora.

E obrigado especial a todos que rezaram e torceram pela minha recuperação.
Estou repousando e esperando o osso colar, para então voltar a ativa.

Um novo homem nasceu e o antigo ficou ainda mais forte!
Até mais!

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Sem amarras...


Sinto seu cheiro, de todo o corpo, como se assim pudesse ter mais um segundo, depois do passado, e mais um ainda por vir, sem mexer naquela lembrança, do seu beijo ou do seu abraço.

Depois me sinto inútil, por não ter te prendido numa chave de pernas do diabo e deixado o mundo com saudade de nossa presença na cidade, no trabalho e em casa, por estarmos perdidos no infinito.

Se fosse assim você ficaria comigo, embriagado de vinho e carinho, passando de bebida a lambidas num jogo de sexo e disputa?
Sem deixar que escapasse uma gota de prazer, enquanto um gritasse baixinho no ouvido do outro, pra que o tempo passe mais depressa e encontrar essa outra realidade.

Que existisse culpa nessa separação, para acalmar o coração...
Perdendo nos caminhos que trilhamos juntos, cada passo em descompasso, perdidos.
Pedidos pra que se encontre o sabor daquela nupcia lenta que não me deixa te esquecer.

Depois de uma despedida bordada de sorrisos, me faz falta qualquer coisa sua e numa noite qualquer te vejo na parede da memória, esculpido em barro sem nenhum acabamento.
Perfeito, imperfeito como és...

Se gostasse de você, metade do que gosto de gostar, estaria morto!
Assassinado pelo sorriso diabólico daquele vinho barato que dividimos sem amarras...