Qual o limite da Sanidade?

Todos nós temos um limite, uma capacidade limitada, para tudo.
Em teoria, existem 3 limites básicos de uma pessoa:
- Limite Físico - Tudo relacionado ao seu corpo.
- Limite Mental - A mente e a consciência.
- Limite Sentimental - Ao "coração" e aos sentidos/sentimentos mais sutis.

Esses 3 limites estão interligados, pois o cansaço mental pode atingir o físico, além de que muitas situações e acontecimentos que abalam nosso sentimental podem causar, mente e corpo, a ficar além de seus limites.
Exatamente esta interligação me preocupa, pois a maioria das pessoas não entendem seus limites, principalmente por eles não serem independentes, e por isso a falta de cuidados com um, ou outro, causa exaustão de todos. E então ouvimos a famosa frase: "Não faço idéia do que está acontecendo, fico cansado mesmo que..." acompanhada de 'dormindo bem', ou 'sem fazer nada', ou 'de bem comigo'.

Mas meus pensamentos vão ainda além.
Existe ainda um limite para quando Físico, Mental e Sentimental já tenham sido esgotados, ele é um limite "imaginário", o da Sanidade.
Enquanto os outros me preocupam pelo bem estar da pessoa, sua integridade, este me deixa apreensivo por ser um limite muito sensível e totalmente independente. Muito delicado, muito sutil e muito fácil de se confundir com doenças e deficiências. Além de ser como um câncer, só reconhecemos seus sintomas quando ele já está enraizado e difícil de remediar.

Como nosso DNA, cada pessoa tem um limite diferente, muitos tem limites mentais menores que seus limites físicos, e o sentimental, hoje, é ainda mais fraco. O da Sanidade se mostra um dos mais fortes, principalmente pelo ceticismo e frieza com que vivemos e tratamos nosso dia-a-dia, mas ao mesmo tempo, a Sanidade é um limite muito sensível, um fio de seda sobre o fio de uma faca, onde qualquer deslize e ele se parte.
Para reconstruí-lo, é um processo que leva tempo, dedicação e muita força de vontade; qualidades que quase se perdem junto com a sanidade.

Como sempre, o melhor remédio é a prevenção!
Cuide dos seus limites e de suas necessidades básicas:
- durma bem, não se esforce além do absoluto necessário e alimente-se com qualidade e garantirá com facilidade o seu bem estar Físico.
- estude, mantenha sua mente ativa e eficiente, não tente usá-la também sem necessidade e principalmente, tente passar um tempo, 5 minutos, prestando atenção em seus pensamentos, desde os mais tolos, pois a sua própria Mente lhe dará dicas de como cuidar melhor dela.
- ame, goste, desgoste, chore, fique triste, sorria, alegre-se, conte uma piada, passe tempo com seus amigos e sua família e dê valor aos que gostam de você. Os sentimentos são complexos e muitas vezes ficamos de mal deles, simplesmente porque nossas vontades são fortes demais para entender que, de vez em quando é importante ceder e deixar o nosso coração falar mais alto e chorar para aliviar um pouco a situação. Não tente enfrentar seus sentimentos, eles nunca vão querer te ferir mais que o necessário ou te fazer correr riscos demasiados. Mas principalmente nunca confronte Razão e Sentimentos, eles devem andar juntos, nunca em choque!

A melhor medida para tudo é sempre o Equilíbrio.
Difícil de conseguir, mas é para isso que estamos aqui, passar por todas as provas que prepararam para gente e se orgulhar de todos os nossos problemas que nos fizeram mais fortes e mais felizes!

Viva la vida! `^^´

Comentários

  1. Num tempo como esse, principalmente agora com essa tal nova era, tudo está girando loucamente.
    E o modo de vida que somos obrigados a aceitar, totalmente mal planejado, só pioram as coisas.

    ResponderExcluir
  2. Ótimas linhas, tratou do assunto de forma completa, apontando causas e alternativas de cura.
    Somos obrigados à seguir um ritmo cada vez mais acelerado, atropelamos nossa saúde e nossa sanidade em nome de um desenvolvimento que na maioria das vezes sequer nos interessa.

    Também tratei do tema no meu blog, mas de forma bem mais deficiente que a tua. http://acessa.me/ebwu


    Grande abraço!!

    ResponderExcluir
  3. brigada pelo elogio no meu blog. =] Quem bom que gostou.
    Adorei o seu texto.
    E a musica combinou direitinho.

    Beijos. ;**

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do seu blog,já estou seguindo!!! Bjo

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pelos comentários pessoal!
    Sempre bom receber a visita de vocês! `^^´

    Abraços do Elfo!

    ResponderExcluir
  6. LOUCO

    adj. Afetado por um alto grau de independência intelctual; inconformado com padrões da fala, pensamento e ação, devido a um profundo estudo de si mesmo. (…) É digno de nota que as pessoas são rotuladas de loucas por indivíduos desprovidos de evidências que são, eles mesmos, mentalmente sãos.

    in: The Devil’s Dictionary, por Ambrose Bierce.

    ResponderExcluir
  7. ME SENTI EM ALGUNS TRECHOS... Me orgulho de todos os problemas que me fez mais forte e mais felize! Vou amar, gostar, desgostar, chorar, ficar triste, sorrir, passar o tempo com os amigos e minha família e dar valor aos que realmente gostam de mim.
    Para me reconstruir vai levar um leva tempo, vou me dedicar, me esforçar e ter confiança em mim, com muita força de vontade. Vou renascer!
    MUITO BOM ..OBRIGADO Allan Lucena

    ResponderExcluir
  8. Excelente, como sempre. Mas, dessa vez vc se superou. Parabéns, amore! =)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!

Postagens mais visitadas deste blog

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...