Levantar acampamento e carregar armas!

Eu estou aqui, pensando, imaginando, relembrando como tudo começou e entendendo as coisas que antes, talvez, eu não tivesse coragem de entender.

Fiz minhas preces e os Deuses me garantiram que, algumas, fossem atendidas numa atenção que eu nunca havia recebido antes. Certamente isso significa que evolui o suficiente para que confiassem em mim e me dessem o que pedi, porque realmente precisava, não era somente o pedido de um menino rebelde que adora fazer pedidos acreditando mesmo que precisava daquilo, e urgentemente!

Não foi um dia bom, não mesmo, ouso dizer que foi o dia que mais me incomodou! Não foi o pior, mas foi o que mais coçou, pinicou e agoniou até hoje!
O dia em que minha existência fez um pouco mais de sentido e a razão pela qual reencarnei nesta Terra, nesta época, ficou mais clara. Um dia de Luz!

Foi para isso que me rebelei no passado...
Foi para isso que passei por todos os problemas que eu mesmo me causei...
Foi para estar aqui hoje, no Hoje, no agora! E trazer LUZ!

Vou falar mais, vou me abrir mais, sem medo!
Eu sou Pandumiel Tunmarë, filho da Luz (Lumiel) e da Terra (Gaia), estou aqui para concluir minha rebeldia e minha loucura!
Fui corajoso o suficiente para ser caçado por todos, com a ajuda de poucos e com a capacidade de fazer isso dar certo, carregando a vontade de cada um em minhas loucuras e falta de, falso e ensaiado, respeito!

Porque agora, agora está na hora de levantar acampamento, carregar minhas armas e armar o cerco.
Chegou a hora de atacar e parar de defender, não sou só escudo, também sou espada, e uma espada BEM rápida e afiada!

"Não vale a pena falar sobre meus problemas
– são muito meus, você não poderia me ajudar.
Também não vale a pena fingir um equilíbrio que não tenho."

Muito bem dito Caio Fernando Abreu...

Este sou Eu!



























Comentários

  1. Palavras fortes que nos remetem ao susto mometanio, mais logica vendo de outro angulo, boa postagen.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!

Postagens mais visitadas deste blog

O misterioso Escorpião!

Arte: Fine Art de Vladimir Kush...

Não morrer jamais...