Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

sábado, 11 de dezembro de 2010

Amor sem dono...

Então eu continuo aqui, amando, me dedicando à silhueta deste homem, pois amo-o mais do que deveria...
Estou aqui, dedicando todo meu amor e amando, como se sua silhueta pudesse estar completa com um corpo... pois não está!
Mas o amor que lhe guardo é tão grande quanto se estivesse preenchida com o homem que a silhueta será!
Pois o amor não precisa de nada para existir. Ele está lá, o homem da silhueta vai chegar e o amor estará esperando-o.
E meus braços abertos para recebê-lo....


Não espere para amar...
Ame!
Não existe razão para se amar...
Existe um amor para cada razão, não o contrário...


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!