Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Can't Connect...

O tempo todo conectado.
O tempo TODO!
Não sobrou porta, wi-fi, contato nenhum, para mais nada, nem ninguém!

Não posso mais me conectar, pois perdi a conexão comigo mesmo.
Perdi-me dentro de algum lugar escuro, cheio de coisas artificiais e pessoas distantes, com pouco ou nenhum tempo, sem tempo pra mim, sem mim, sem nada.
Perdi.
Sinto que perdi, pra sempre, o jogo da vida.

É um sentimento que não pertence a ninguém e nesse espaço vazio e escuro, não cabemos porém ficamos. É confortável, te deixa ficar lá e todo mundo respeita. Te deixa lá na zona de desconforto que te liberta de compromissos e de pessoas. Te liberta para uma nova prisão.

Não quero me conectar com mais ninguém, não antes de religar meu coração com minha mente, que está perdida e escondida até de mim mesmo. Sem ver luzes, vozes, risos, incapaz de conseguir entender pelo que está realmente passando.
Impossível é a palavra mais simples que passa por essa mente.

É impossível me mover. Mesmo que esteja me movimentando o tempo todo.
É impossível sair. Apesar das obrigações te forçarem.
É impossível sorrir, mesmo que você não esteja necessariamente chorando.

O que é impossível mesmo é continuar assim, mas nada parece conseguir te tirar de lá por muito tempo.
Sabe aquela coisa que você mais gosta? Você não sente mais...
Sabe aquele chocolate que te relaxa e acalma? Não tem mais gosto...
Sabe aquela música que você adora, canta junto e dança onde quer que esteja? Não faz nem cócegas...

E é assim que se sente, perdido e quase inconsciente quem não tem mais nada.
Quem passa por essa depressão na vida, não tem muita saída.
Não tem força, nem adianta forçar, já que nada agrada.
O caminho para se libertar dessa liberdade é a esperança de um dia poder dizer não e ser respeitado.
É um dia poder dizer sim, porque se sente bem em querer algo de novo.
Entender que não é nesse vazio escuro e curto que se está livre, mas na imensidão confusa do mundo. Onde ir pra qualquer lugar pode parecer pouco, mas a liberdade de poder fazê-lo é que faz toda a diferença....

Talvez, não conseguir conectar com mais nada seja a chave, a resposta de dentro que está tentando ajudar a desligar tudo e reiniciar o sistema. Recomeçar, já que seguir adiante não está funcionando.
Re-começar para se re-encontrar.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Primeiros passos para espiritualidade...


Bem vindos ao primeiro curso online... mentira! Não tem nada a ver com curso, nem com ensinar alguma coisa. Meu objetivo aqui é só proporcionar algumas reflexões e minha experiência com a espiritualidade. O primeiro passo você já deu, que é procurar sobre o assunto, isso significa que você está afim de aprender e precisamos de gente interessada, senão fica muito mais difícil. Explicar a espiritualidade para uma pessoa interessada é mais tranquilo.

Espiritualidade é a busca pela verdade, plena e simplesmente. Quando estamos em comunhão e em paz com nosso Eu interior, buscamos contato com o mundo como ele realmente é, com a liberdade em sua forma mais pura e à partir disso temos disposição e discernimento para a realidade como ela é. Cada um tem sua forma de entrar em contato com a espiritualidade, alguns buscam um ser superior, outros encontram espiritualidade na ciência, outros em culturas antigas, etc. E acredite ou não, está tudo bem!

A busca pela verdade acontece durante nossa vida de forma natural, mas em pequena escala e inconscientemente, porém quando despertamos para a espiritualidade, esse processo passa a ser consciente e mais proveitoso, pois a busca é ativa e racional. Podemos tomar decisões usando toda nossa capacidade de pensamento e percepção, através dos sentidos, de pesquisas e um pouco de intuição. Desmistificar os véus e a ignorância perpetuada pela massa, que nublam nossa visão e o mundo ao nosso redor torna-se uma atividade comum e passa a ser mais fácil do que parece.
Portanto o caminho para a evolução está inexoravelmente ligado com a espiritualidade. E quando falo espiritualidade não quero dizer religião, de forma alguma, mesmo que o Religare faça parte constante do caminho e muitas religiões são estudadas por serem portadoras de informação importante, cultural e espiritualmente, deixe de lado a doutrina e os rituais específicos, pois são apenas uma face da verdade.

Falei, falei, falei e não falei muito, eu sei. Paciência é o que mais precisamos para uma vida espiritualizada ou podemos ficar loucos com o tanto de informações que temos acesso. Processar tudo isso, discernir o que é informação e o que é opinião ou piração não é fácil. Vai chegar uma hora que você não vai mais querer saber e é bom fazer uma pausa de vez em quando. Paciência pois a espiritualidade é para a vida toda, você não vai começar a estudar e em pouco tempo entender as verdades do mundo. Um excelente exemplo disso é o que Douglas Adams nos diz brilhantemente em uma brincadeira no livro O Guia do Mochileiro das Galáxias:
- A resposta para a vida, o universo e tudo mais é: 42.
A resposta para a verdade do mundo, da vida, não é simples. E isso também não é um problema, pois a verdade para a espiritualidade é a união de todas as verdades do universo. Não temos como adquirir todas as verdades do universo inteiro em somente uma vida, é humanamente impossível. Muita gente desiste, mas essa é a razão pela qual eu continuo buscando, para conseguir ajudar a chegar nessa resposta um dia, para fazer minha parte e tornar a tarefa cada vez mais fácil e no futuro ser parte da luz que ilumina o mundo. Por isso paciência e humildade, não fazemos nada para ganho pessoal, mas coletivo. O que consigo fazer hoje, nesta vida, auxilia que daqui pra frente deem o próximo passo.

A questão não é querer, é definir se você vai fazer parte dessa descoberta de forma consciente ou inconsciente, dedicar um tempo para isso: estudar, ler, debater, descobrir e compartilhar. Ou se vai fazer isso naturalmente. É uma escolha sem pesos. Pode ser um tempinho e se sentir bem, mas depois parar. Pode ser que não queira hoje, mas depois passe a se dedicar à espiritualidade. É recompensador, exige trabalho, mas sem pressão. Esse é o primeiro passo, então escolha e não tenha medo nem receio de mudar de ideia, ok?

Logo logo, venho compartilhar mais, tem bastante textos sobre espiritualidade aqui no blog, clica na palavra chave "espiritualidade" que você vê mais.
Abraços e muita luz pra todos nós.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Ensaios Umikizu - um sonho em forma de livro no Catarse!

Oi! Eu sou o Allan e estou aqui para realizar meu sonho: publicar meu livro!
Eu não sabia começar esse post então comecei igual o projeto, mas posso fazer melhor, começar com a inspiração do maior sonhador da literatura Dom Quixote de La Mancha:



E essa é a minha realidade agora, só se conseguir que mais pessoas sonhem comigo vou transformar meu sonho em realidade. Por isso estou aqui para te contar mais detalhes sobre o meu projeto e tirar dúvidas sobre o financiamento coletivo no Catarse. 

Antes de mais nada, para você me ajudar, basta acessar esse link: https://www.catarse.me/ensaios_umikizu
Todo apoio, por menor que ele seja, é bem vindo e será agradecido com a mesma alegria!
  • Anda Allan, conta pra gente o que é esse projeto?
A capa do livro ta lindona!
O projeto é o lançamento do meu livro: Ensaios Umikizu! E olha a capa como ta linda!
Estou tentando publicar um livro com os meus textos desde 2014, quando deixei o meu trabalho para me dedicar integralmente ao desenvolvimento desse sonho. Cheguei a publicar duas versões em e-book e também me aventurei em uma publicação autônoma, só que tudo isso foi muito difícil e não consegui sozinho. Até em julho de 2017, a Editora Madrepérola entrou nesse sonho comigo e agora o livro vai ser publicado enfim!
Neste livro, eu escrevo sobre o amor e a loucura, em poesias e contos. Mais que isso, eu falo sobre os amores e as loucuras do dia a dia, que todos nós vivemos e falo isso diretamente com você, que está lendo, porque cada texto é único para cada um que ler.
  • Que legal Allan, mas agora onde eu entro nessa?
Eu preciso da sua ajuda para fazer tudo isso realidade, porque uma parte dos custos do livro são por conta do autor, mas como o meu objetivo é fazer com que você tenha em mãos todo o meu carinho e minha forma louca de escrever, estou fazendo a campanha no Catarse de financiamento coletivo, onde você me ajuda a realizar o meu sonho e eu te dou várias recompensas por sua ajuda! Legal, né?
  • E como funciona o Catarse?
O Catarse é uma plataforma digital de financiamento coletivo, onde quem tem um sonho vai lá, cria uma campanha bem bonita e atraente para que as pessoas financiem com dinheiro o sonho dela. Em troca, o criador do projeto oferece recompensas de acordo com o valor que você quiser ajudar.
Tudo isso de forma super segura e fácil. Como fazer uma compra na internet.
  • Mas como eu sei que vou receber minhas recompensas?
No próprio Catarse, os criadores tem que prestar contas das recompensas para os apoios recebidos no financiamento, então depois que terminar a campanha cada apoiador pode avaliar o projeto e dizer se recebeu ou não suas recompensas.
Claro que o contato é direto com o criador da campanha e isso tem que ficar claro, que qualquer problema, dúvida ou esclarecimentos necessário os apoiadores devem entrar em contato com o responsável pelo projeto, no caso comigo, de preferência através da ferramenta, mas mesmo aqui no blog, todas as dúvidas serão sanadas.

É interessante para mim que vocês apoiem o meu projeto, por isso me comprometo com qualquer coisa que vocês precisarem, podem me chamar direto também!
  • Como eu te encontro? Entro em contato? Tiro minhas dúvidas?
Aqui no blog, no Facebook, na página do Umikizu, mas de preferência no próprio Catarse, lá vocês podem comentar e me enviar mensagens que ficam registradas na plataforma, assim a própria equipe do Catarse tem uma visão melhor de como eu estou cuidando da minha campanha e de quem está me ajudando.

Aqui estão meus perfis para qualquer emergência:

O perfil lá no Catarse: https://www.catarse.me/pt/users/393596/
Página Umikizu no Facebook: https://www.facebook.com/Umikizu/
Meu perfil pessoal: https://www.facebook.com/pandumiel

Qualquer um desses canais eu respondo bem rápido!
  • E como eu faço para ser um apoiador?
É bem simples! Você entra lá no Catarse (https://www.catarse.me/ensaios_umikizu), na página da campanha e clica na recompensa que mais te agradar e depois em continuar.
Você será redirecionado para uma página onde faz o seu cadastro, é super rápido e você pode usar sua conta do Facebook para isso. Depois coloca seus dados de pagamento, como numa compra normal na internet, tem várias formas de pagamento disponíveis e tudo de forma bem segura.

E pronto! Você me ajudou e ainda leva meu livro para ler, fica feliz e meu sonho fica mais e mais próximo de se realizar! E eu te agradeço muito, além de te mandar suas recompensas.

É simples realizar nossos sonhos e muito mais gratificante quando sonhamos juntos!
Sou muito grato a todos que já apoiaram e quero que você faça parte desse grupo de pessoas que acreditam que o Amor pode ser espalhado por aí, como a loucura pode libertar nossas vidas e nossos corações!

Aguardo suas perguntas e seus apoios, para que possamos bater um papo, tomar um café e amar muito, juntos!

Obrigado!
Abraços!

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Branco...

Escultura de Peter Callesen que achei no MDig

Estou uma folha em branco, mas sem tinta, sem escritor, sem nada mais que isso.
Uma folha em branco, solta, no vento, no tempo, mas espero o alento de descorar.
Que tinta, de que cor, de que dor, qual amor, passará por mim para me alegrar?
Que sentimento, que tormento, vão me olhar, me encarar, vão falar disso?

Não dá pra saber, não se pode perceber os sentimentos de alguém em branco.
Parece pálido, parece triste, parece em paz, parece igual, mas nada é certo.
Espera um pouco, talvez um minuto, talvez alguns séculos, olhe de perto.
Hoje papel, amanhã cinzas, talvez azul, quem sabe rosa, na parede ou num banco?

Parece que estou levíssimo, mas estou pesando mais que o mundo por amar.
Essa obra em branco vale um conto, dois reais, noventa dólares ou um pranto?
Ou num momento de deslize, cai na lama e deita no sono de quem é omisso.

Eu entendo que esse momento branco passa logo, mas o agora é um cancro
Pra quem torce pro branco e preto num mundo todo de arco-íris, como?
Que o branco perca-se. Preencha-se de tons, cores, sombras ou amores...