Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

sábado, 24 de novembro de 2018

Envelhecer...

Quando envelhecer, você esquecerá
Deixará de ver aos poucos, nem verá
passar o sol e o dia, talvez alguém
vai te deixar sem você sentir onde está

A idade é aliada do tempo e bate,
deixa marcas para sempre, nem arde
é prazeroso e conforta o corpo devagar
A gente diminui; e tudo fica sublime

Quando ficar maduro a ficha cai, verá
será melhor que viagem de fim de ano
sorrirá pela primeira vez! Lembrará...

O tempo passou e não pode mais voltar,
se o tempo acabar, vai ser sua vez
de olhar para trás e eternamente sorrir

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Recortes de uma vida...

Recortes de uma vida
É o que eu vejo na TV
E parece que cada parte
É distante demais pra viver

Por que eu escrevo assim?
Por que me sinto recortado?
É tão difícil me juntar
Se me sinto tão separado

Acontecem dentro da gente
Os desentendimentos
Confusos pensamentos
Que estão somente desencaixados

Eu queria poder ver de longe
Todo o meu próprio cenário
Ajustar a luz e as sombras
Desfazer o desnecessário

Com calma ver cada detalhe
Que aos poucos vão ficando claros
Era ali que moravam os sentimentos
Que eu não tinha reparado

Essas peças fora dos lugares
Recortes de uma lembrança
Quando conecta num retrato
Espalha de novo a esperança

Eu queria poder ver de longe
Todas as peças do meu formato
Para conseguir decidir fácil
Qual delas eu desencaixo

Algumas temos que tirar
Jogar fora para limpar espaço
Aquelas que não agregam
Feitas sob medida
Mas que só nos deixam em descompasso

Todos os recortes de uma vida
Que no fundo não faz sentido
Queria poder ver ao longe
Tudo que está confundindo
Meus sentimentos mais feridos

Para as feridas mais graves
Eu tiraria as carnes e dores
Para as menos profundas
Bastaria curar com amores

Ah, os amores retratados
Em cada peça e pessoa
Essas seriam as promessas
Que eu faria a noite às flores

Prometo, primavera inteira
Para quem comigo quebrar a cabeça
Montando num só mosaico
O resto de nossas vidas
O Amor preferido
Nos recortes mais bonitos

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Dance até desaparecer...

A vida é movimento. Tudo no universo está em eterno movimento.
Não é fácil perceber, mas é necessário, entender que cada um de nós, mesmo imóveis, mesmo aquela pedra enorme e pesada está eternamente em movimento.
Um movimento tão rápido que parece imóvel.
Um movimento tão lento que nossa visão consegue captar.
Duas medidas para duas diferentes percepções da realidade.

A vida é movimento e eu pude reconhecer meu próprio ritmo.
Quando me ver dançando, ensaiando e tentando, esse é meu ritmo atual.
É a minha busca pelo ritmo e o movimento únicos para mim.
Único para mim. Como há um único para ti.
E nenhum deles será nunca igual, apesar de serem feitos da mesma essência.

Essencial mover-se, movimentar, cada vez mais rápido, cada vez mais tempo.
Até que todas as movimentações estejam em plena harmonia.
Perfeita sintonia com o nosso próprio momento no universo.

Pode ser que eu desapareça, pode ser que eu enfim torne-me um comigo mesmo.
E se eu desaparecer, qual será o efeito? Qual será a marca que deixarei?
Quem será que virá depois de mim? Movendo-se completamente são.

Mova-se, movimente-se, dance sua música e reconheça o seu ritmo. Único.
Encontre sua voz também e grite, ou sussurre, ou cale. Por si só.
Dance, movimente seu corpo até que o movimento flua e deixe de existir...

Foto Rita Viannae

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Felicidade... Existe?

Muito, muito e muito mesmo repetem que Felicidade é um estado de espírito. Ainda bem que eu descobri a verdade! Sentei em silêncio e me permiti parar!

#Descobertas
#Felicidade
_______________________________________________________

Era um dia comum e havia acabado de tomar meu café da manhã, estava bem disposto, estava zen!
Isso ajuda muito, mas podemos entrar nesse estado como e quando quisermos. Você consegue? Não é sempre, não é? Não é exatamente fácil, afinal de contas exige uma coisa que aprendemos a abominar veladamente: esforço por si e para si. O desentendimento sobre a espiritualidade e a manipulação perpetrada pelos poderosos no nosso plano, que precisam que continuemos adormecidos em um estado de incapacidade funcional. Esforce-se um pouquinho para você mesmo hoje e essa apatia diminuirá pouco a pouco, mas esse não é o foco de hoje.

Hoje eu quero que você medite comigo e passe a acreditar que a Felicidade é o estado normal do nosso espírito. E espero que isso mude completamente sua vida, como mudou a minha.

Parei completamente. O tempo e o mundo continuava a passar ao meu redor e eu congelado, parado, repousando de tudo que existe e esse momento não é só iluminador, como também nos ajuda muito a relaxar. Ver tudo passando ao seu redor, o tempo correr e não te afetar te mostra como tudo acontece perfeitamente, como num grande relógio, um sistema tão automático e auto-suficiente que nos faz refletir sobre nossas ações de uma maneira única.

Penso que no tempo que temos, por exemplo, neste dia eu ainda tinha que escrever para o desafio de escrita que estava participando, publicar a capa de um filme para o convite da minha amiga, me preparar para o trabalho, almoçar, tomar banho. Tudo isso leva tempo e mesmo assim eu estava alheio ao tempo naquele momento e tinha todo o tempo do mundo ao meu dispor. Fora daquele estado, eu tinha apenas duas horas para fazer tudo isso. Neste dia, tudo correu tão bem e tão fluido, que terminei tudo com muito tempo de sobra. Curiosamente, no dia seguinte, tive muita dificuldade para completar tudo com a mesma tranquilidade e nem passei nenhum minuto em meditação.
O que mudou, além da minha percepção do tempo, foi o meu sentimento sobre o mundo ao meu redor, já que no dia seguinte já havia esquecido tudo o que senti durante a meditação. Meus sentimentos e minha mente não estavam em harmonia.

Essa percepção sobre nós mesmos, a harmonia que temos com o mundo ao nosso redor e a liberdade sobre o tempo é um desses momentos de Felicidade que tanto nos disseram existir, apenas momentos de felicidade. Acredito neles, porém aprendi algo muito precioso durante meu tempo parado no tempo, esquecemos de ser felizes. Esquecemos que a Felicidade está sempre aqui, parada no tempo, fora do tempo e disponível em tudo e em todos, assim como todos os sentimentos e como todos nós, como tudo, na realidade. O que define um momento, o que está nele, como ele será, somos nós. Ao mesmo tempo somos afetados pelas energias ao nosso redor, claro, mas mesmo assim somos nós os únicos responsáveis pela realidade e por todos os acontecimentos em nossa vida. Para que isso aconteça, precisamos recondicionar a nossa mente e nossos sentimentos e assim direcionar nossa realidade para voltar a ser Feliz a todo momento.

Felicidade existe sim, é o real estado de todos nós e ouso dizer: o único estado possível. Nossa realidade transfigurada pelas manipulações que sofremos a torto e direito pelos detentores de informações poderosas no nosso mundo é apenas uma ilusão, à partir do momento que nos informamos também e compreendemos como tudo isso funciona podemos escolher sair desse mundo de ilusões e criar nossa própria realidade. É como saber como um ilusionista consegue executar seu espetáculo, apesar de continuar reconhecendo a capacidade do ilusionista, podemos ler em seus atos e nos jogos de luzes e movimentos que enganam o cérebro e passamos a ser capazes de entender como tudo aquilo acontece, sem mais nos surpreendermos ou enganarmos.

Bem vindo a um novo mundo!
Basta você querer.

Vamos juntos?

Foto de Lucas Katayama - Instagram: @bylucask